Exercícios aquáticos para jogadores de futebol americano

Escrito por scottm | Traduzido por joan diaz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exercícios aquáticos para jogadores de futebol americano
Exercícios para jogadores de futebol americano não estão mais restritos ao campo (football americain image by lilufoto from Fotolia.com)

Houve um tempo em que jogadores de futebol americano melhoravam apenas em campo, mas não é mais assim. Os jogadores agora têm treinos bem detalhados, feitos para melhorar a força, a coordenação e a velocidade física, enquanto limitam a possibilidade de lesões. Talvez seja uma surpresa, mas boa parte desses exercícios é feita embaixo d'água.

Outras pessoas estão lendo

Velocidade

Para jogadores de futebol americano tentando melhorar a velocidade, piscina é um ótimo lugar para treinar. A água providencia resistência natural, de modo que, quando os jogadores treinam, devem se focar mais em cada passo e movimento. Isso também dá a mesma resistência usada quando os jogadores treinam em terra, com paraquedas amarrados nas costas. Eles devem focar-se em fazer com que os dois pés toquem, plantem-se e impulsionem-os para frente, ao correrem. O objetivo não é apenas correr rápido na água, mas focar na mecânica da corrida.

Força

Para jogadores de futebol americano que querem melhorar a força e a explosão muscular ao mesmo tempo em que reduz o risco de contusões, não há lugar melhor do que na água. Tudo, de agachamentos com bandas de resistência a levantar pesos, pode ser feito na água, tanto como ferramentas de resistência como estabilizadores. Os jogadores podem usar a estabilidade da água para corrigir a forma enquanto levantam peso e, ao mesmo tempo, a água dá resistência extra, que evita que os jogadores levantem o peso por força cinética. Os jogadores ainda devem usar um olheiro para evitar acidentes. Um exercício típico para as pernas que não requer pesos pede que o jogador se agache sob a água e pule rapidamente. Com o tempo, os jogadores podem até pular para fora da água, na medida em que sua força melhora, embora isso seja algo conseguido apenas por atletas profissionais.

Coordenação motora

Alguns exercícios aquáticos não precisam nem mesmo iniciar dentro da água. Por exemplo, receptores têm a tarefa de pegar a bola enquanto mantêm os pés no chão e dentro dos limites do campo. Várias vezes, isso requer que alcancem o mais distante possível, observando a bola para pegá-la e também em não mover os pés. Para esse exercício, os receptores ficam na beira de um trampolim de mergulho, sobre a parte mais funda da piscina. O quarterback ou o treinador lança um passe na direção do receptor, que se força para se estender o máximo possível, mantendo os pés no trampolim. Os jogadores devem se focar em manter os pés para baixo e em contato com o trampolim, enquanto for possível, mantendo contato até que tenham pegado a bola.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível