Experimentos científicos utilizando diferentes tipos de solo para cultivar plantas

Escrito por wesley davis | Traduzido por raissa oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Experimentos científicos utilizando diferentes tipos de solo para cultivar plantas
O barro - um tipo de solo importante para a agricultura - é composto de silte, areia e argila (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

O solo é uma mistura de matéria orgânica e rocha decomposta, e constitui a base para a vida das plantas terrestres. A estrutura química e física de uma amostra específica do solo é determinada por fatores ambientais como clima, temperatura e geologia. A atividade humana também tem um impacto na qualidade e composição do solo da Terra. Em sala de aula, vários tipos de solos podem ser misturados para a realização de diversos experimentos. As experimentações listadas abaixo requerem apenas material de jardinagem básico, incluindo vasos, sementes de feijão e terra.

Outras pessoas estão lendo

Creche ao jardim de infância

O custo da terra de jardinagem afeta o tamanho da planta? Esta experiência fortalecerá a compreensão dos seus alunos do método científico e suas habilidades com o dinheiro. Para o controle, use terra que você encontra em torno da própria escola ou de sua casa. Compre dois outros tipos de solo de diferentes preços. Plante uma semente em cada tipo de solo e meça a altura a cada semana. Certifique-se de que cada planta receba a mesma quantidade de luz solar e água. Compare o custo do solo ao crescimento final da planta.

Pré-escola

Algumas plantas crescem em solos arenosos, onde a precipitação é rapidamente absorvida pelo solo, enquanto outras plantas crescem em solos densos, nos quais a drenagem não é tão fácil. Plante uma semente na terra. Plante outra semente em 3/4 de terra para 1/4 de areia. (Perlite ou vermiculite podem ser usados em vez de areia). Plante uma terceira semente em uma mistura de areia e solo em partes iguais. Plante uma quarta semente em 1/4 de terra e 3/4 de areia. Enterre a última semente em um pote cheio de areia. Determine a velocidade de germinação para cada planta e continue a medir a taxa de crescimento durante pelo menos duas semanas. Analise o crescimento das plantas em relação à quantidade de areia no solo.

Ensino fundamental

A intrusão salina, que resulta da extração de muita água das reservas subterrâneas localizadas perto do mar, pode ter um efeito negativo sobre o crescimento de algumas plantas. Crie soluções de água do mar de diferentes densidades e regue bem o solo antes de plantar as sementes. Continue a regar as mudas com as soluções de água salgada durante todo o experimento. Compare a taxa de crescimento da planta com a concentração de sal. Como um exercício adicional, compare a salinidade dos mares ao redor do mundo para determinar quais áreas geográficas podem ser as mais afetadas.

Ensino médio

Como a concentração de nitrogênio no solo afeta o crescimento das plantas? A eficácia do fertilizante é frequentemente dada em três números que se referem às concentrações de nitrogênio, fósforo e potássio. Um saco de 45 kg de fertilizante anunciado como 4,5-6,8-4,5 é composto de 4,5 kg de nitrato, 6,8 kg de fosfato e 4,5 kg de potassa cáustica, que contém potássio. Crie seus próprios fertilizantes de diferentes dosagens para analisar os efeitos desses elementos sobre o crescimento das plantas. Comece com a ureia - um fertilizante que fornece apenas nitrogênio - que conta com concentração 21-0-0. Adicione várias concentrações de solução de ureia no solo antes da adição das sementes para determinar o efeito do nitrogênio sobre o crescimento das mudas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível