Farinha espelta vs trigo Integral

Escrito por lh lee | Traduzido por lucas gomes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Farinha espelta vs trigo Integral
O pão integral é uma opção mais saudável (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Todos os dias, novas preocupações com a saúde se tornam uma questão e o alimento é sempre um fator crítico. À medida que mais pessoas estão evitando os carboidratos refinados brancos, a procura por outras alternativas mais saudáveis está aumentando. Um dos primeiros movimentos é o retorno à farinha de trigo integral, mas a farinha de espelta é uma opção esquecida. Saiba exatamente o que é farinha de espelta e decida o que é melhor.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

O trigo é um tipo de grão que já existe há milhares de anos e é o principal ingrediente em tudo, desde cereais à vodka. Existem muitos tipos, classificados por espécie, conteúdo e época de colheita. As espécies cultivadas mais populares são durum, einkorn, Emmer, espelta e trigo comum, que é o tipo de trigo utilizado em farinha de trigo integral.

História

A espelta, originalmente do Irã existe desde os tempos bíblicos. A maioria dos pães eram feitos de espelta durante a Idade Média na Europa e no início de 1900 nos Estados Unidos, pois não exigem uma grande quantidade de adubo e era mais fácil de cultivar.

A primeira evidência de trigo comum pode ser rastreada até 6700 a.C no antigo Iraque. A Inglaterra e o resto da Europa começaram a usar trigo por volta de 1200 d.C, e mais tarde foi introduzido na América por Cristóvão Colombo.

Similaridades

Tecnicamente falando, a espelta é um híbrido de trigo e muitas vezes é comumente chamado de uma espécie de trigo. Ambos são grãos integrais pertencentes à família de plantas de Triticum. A similaridade entre eles tornam-os ótimos substitutos um para o outro e são frequentemente utilizados como uma alternativa para a farinha branca refinada. Eles também contêm a quantidade adequada de glúten necessário para alimentos como pães, bolos, biscoitos, pizzas e até mesmo massas.

Diferenças

Apesar de serem provenientes da mesma família, como a espelta é um híbrido (uma mistura de uma maior variabilidade nos genes), ela contém diferentes valores nutricionais, tendo menos calorias e de 10 a 20% mais proteína do que a farinha de trigo. Além disso, muitas pessoas com alergia ao trigo encontram-se capazes de tolerar a espelta. Em termos de sabor, ela tem uma consistência de borracha diferente, com um forte sabor de noz.

A farinha de trigo, no entanto, tem mais fibra do que a espelta, que muitas pessoas acham mais fácil de digerir. O glúten na farinha de trigo também é muito mais resistente do que na espelta. Ele exige mais esforço para ser quebrado e há menos risco de passar do ponto de amassar, que frequentemente pode resultar em um alimento duro. Quanto ao sabor, a farinha de trigo oferece um sabor de terra, mas é muito mais suave do que a espelta, sendo uma opção mais fácil para as pessoas interessadas em mudar de farinha branca para a integral. É importante notar que a farinha de trigo está disponível sob muitos nomes, mas para receber os nutrientes saudáveis​​, é essencial certificar-se de que é 100% farinha de trigo integral.

Conclusão

Em termos de vitaminas e minerais, tanto espelta e farinha de trigo integral fornecem nutrientes semelhantes. Espelta tem 50% mais vitaminas B3, mas o trigo integral tem 50% mais folato. A espelta contém mais potássio, mas o integral tem pouco mais de cálcio, e ambos contêm quantidades semelhantes de ferro, magnésio e manganês. É melhor ter essas duas opções de farinha como ótimas alternativas nutricionalmente similares para a farinha branca refinada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível