Como é feito o isopor?

Escrito por john albers | Traduzido por alexandre amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como é feito o isopor?
Isopor é um derivado do petróleo muito usado no dia-a-dia (www.willdaddy.net)

Outras pessoas estão lendo

O que é isopor?

Isopor é um nome de fantasia para um composto químico extraído da espuma de poliestireno. Possui uma baixa densidade e uma baixa condutividade de calor devido às bolsas de ar em sua estrutura. Vem sendo usado em várias áreas desde a sua descoberta, em 1941. A maioria das pessoas costuma reconhecê-lo no tradicional formato de espuma em formato de amendoim que vem dentro das caixas para amortecer o impacto dos produtos. Devido à quantidade de ar em sua estrutura, o isopor é considerado flutuante e vem sendo usado em coletes e pequenos botes salva-vidas.

Como o isopor é usado?

Isopor é feito de um derivado de petróleo conhecido como estireno. Através de um complicado processo químico, o estireno é refinado até uma massa limpa derretida de poliestireno. Se for deixada para esfriar, ela se torna um plástico duro. Esse tipo de poliestireno é do que é feito os utensílios de plástico descartável. Antes que o poliestireno possa esfriar, um agente que causa a expensão do poliestireno conhecido como HCFC (Hidroclorofluorcarbono) 142b é dissolvido no poliestireno a uma alta pressão. O poliestireno derretido é expulso ou forçado por um espaço estreito e, então, deixado para se expandir em uma pressão baixa até que se crie placas de espuma. A partir daí, as placas podem ser cortadas em quaisquer dimensões desejadas. Como resultado, o produto final é conhecido como espuma de poliestireno extrudado, ou isopor.

O isopor pode ser descartado com segurança?

Sim, mas não é fácil. Sendo feito quase que inteiramente de derivados do petróleo, o isopor não é biodegradável. Ele pode ser reciclado em uma alta pressão, mas essas estações de reciclagem não possuem a infra-estrutura necessária para atender à demanda de isopor descartado todos os dias ao redor do mundo. O isopor pode ser destruído se for incinerado a temperaturas extremamente altas, criando uma pequena quantidade de água e carbono como subprodutos. Entretanto, se for queimado em um fogo comum, libera poluentes como fuligem e monóxido de carbono.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível