Como um gênio pensa?

Escrito por kent ninomiya | Traduzido por wladimir d. uszacki
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

No livro "A origem do gênio: Perspectivas Darwinianas Sobre a Criatividade", de Dean Keith Simonton, ele ressalta que um gênio vê coisas que ninguém vê. O gênio percebe padrões ou discrepâncias que não são óbvias para pessoas comuns. Eles são muito mais conscientes de si na área de sua genialidade. Não aceitam ou tomam por dadas coisas que outras pessoas aceitam e consideram. Questionam o porquê das coisas serem do jeito que são.

Outras pessoas estão lendo

Gênio criativo

A resolução de problemas excepcionais ou originais são indicações de um gênio. No trabalho de Andrew Steptoe "Genius and the Mind: Studies of Creativity and Temperament" (O Gênio e a Mente: Estudos de Criatividade e Temperamento), ele observa que um gênio cria maneiras de fazer coisas que ninguém tinha pensado antes. Gênios desenvolvem teorias e hipóteses que nunca passam pelas mentes das pessoas comuns.

Gênio focado

É extremamente focado na resolução de problemas. No livro de Dean Keith Simonton, "Greatness: Who Makes History and Why" (Grandeza: Quem faz história e por quê), ele escreve que alguns traços de personalidade predispõe certas pessoas à grandeza. Entre eles, a tendência de se tornar obcecado em resolver um problema em detrimento de outras coisas em sua vida. Muitas vezes, não é aceitável para a mente genial deixar um problema de lado e parar de pensar nisso.

Gênio do todo

Ele conecta as coisas de maneiras originais e únicas. Gênios podem reunir elementos aparentemente não associados e fazê-los funcionar de maneiras inesperadas. Eles podem ver a situação como um todo e não apenas a parte que está diante deles.

Gênio multitarefa

Ele vê um problema a partir de vários pontos de vista simultaneamente e desenvolve soluções múltiplas. Eles têm a capacidade de pensar em como suas teorias podem funcionar antes de realmente experimentá-las. Este pensamento complexo de nível superior é indicativo de um gênio.

Gênio simples

Gênios muitas vezes têm a capacidade de tornar simples conceitos que são complexos. Eles podem ver através de situações que soam como física quântica para pessoas comuns e vê-las com clareza.

Gênios teimosos

Os gênios são muitas vezes intolerantes com quem não compartilha da sua capacidade intelectual. Eles podem se frustrar por pessoas comuns não entender-lhes ou apreciá-los. Isso pode levá-los a um comportamento antissocial. D. Jablow Hershman, em seu livro "Manic Depression and Creativity" (Depressão maníaca e a criatividade), aponta que gênios muitas vezes lutam contra a depressão. Eles tendem a não seguir os outros. Em vez disso, teimosamente mantém suas próprias crenças. Muitos gênios ao longo da história foram incompreendidos em suas épocas.

Gênio especializado

A maioria das pessoas consideradas gênios se especializam em uma determinada área de estudo. Tais áreas incluem disciplinas como matemática, arte, música, escrita, ciência ou planejamento. Seu intelecto incrível na área acaba deixando as outras áreas da mente de lado. As pessoas que são simplesmente boas em vários assuntos não são de fato gênios. Para ser considerado um gênio você deve demonstrar pensamentos verdadeiramente inovadores.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível