História da câmera Polaroid

Escrito por marcas grant | Traduzido por marcelo couto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
História da câmera Polaroid
Saiba como surgiu a fotografia instantânea (polaroid image by Bionic Media from Fotolia.com)

A câmera Polaroid surgiu a partir de uma pergunta simples e, depois, cresceu de algo estranho para se tornar uma novidade em termos de inovação. Ao longo dos anos, ela não só se popularizou o ato de fotografar como recreativo para consumidores caseiros como também teve um grande impacto na fotografia profissional e no desenvolvimento de diversos tipos de câmeras. Embora a câmera Polaroid não seja mais tão proeminente como já foi um dia, ela teve e sempre terá um lugar importante na história da fotografia pessoal.

Outras pessoas estão lendo

Edwin Land

Edwin Land foi um inventor especializado em trabalhos com luz polarizada. Ele fez uma descoberta interessante em 1926, no seu primeiro ano em Harvard. Durante aquele ano, ele deixou a escola temporariamente para trabalhar na criação do Polaroid - um novo tipo de polarizador que envolvia o uso de cristais dentro de uma folha de plástico. Eventualmente, ele abriria um laboratório para aplicar sua pesquisa em filtros de luz, dispositivos ópticos e processos cinematográficos.

Introdução da fotografia instantânea

A ideia da fotografia instantânea veio, na verdade, da filha de Land, que imaginava o porquê da revelação das fotos demorarem tanto. Land decidiu realizar todo o processo de desenvolvimento de uma impressão de um negativo e combiná-lo em uma folha só. Ele fez os dois, impressão e negativo, do mesmo tamanho e incluiu um pacote de produtos químicos que seria ativado quando o filme fosse impresso. No momento em que a fotografia fosse removida da câmera, os químicos se espalhariam uniformemente sobre o negativo para criar a imagem.

SX-70

A apresentação da fotografia instantânea ao público em 1948, além de salvar a Polaroid Corporation, ajudou a estimular um grande crescimento. Nas décadas seguintes, o processo passou por pequenas modificações até que a companhia estreou o modelo SX-70, em 1972. Foi a primeira câmera completamente integrada com sistema de filme. Ao contrário das versões anteriores, o processo acontecia completamente fora dela. Apesar de render boas vendas, a empresa passou por dificuldades financeiras devido aos altos custos de pesquisa e desenvolvimento.

Reorganização da empresa

Na metade dos anos 80, a Polaroid se reestruturou em três divisões distintas: fotografia para o consumidor, para a indústria e mídia magnética. A jogada pagou quase que imediatamente os dividendos com o desenvolvimento da câmera Spectra em 1986, que produzia imagens de melhor qualidade. A introdução da IV Hybrid alguns anos depois trouxe imagens com qualidade próxima à 35 mm para as fotografias instantâneas. Em 1993, a empresa lançou a Captiva - uma versão mais compacta de câmeras instantâneas cujo visual era quase indistinguível dos modelos convencionais.

Forças externas

Conforme a Polaroid entrou nos anos 90, enfrentou desafios nos avanços da fotografia convencional. Com o surgimento de fotos de uma hora, os consumidores tiravam fotos de 35 mm e não se preocupavam mais com o tempo de revelação. A introdução da fotografia digital combinou as fotos de melhor qualidade com a revelação instantânea. Embora a Polaroid tenha sido de longe a líder no mercado da fotografia instantânea, fica a pergunta se foi a indústria que tornou essa tecnologia obsoleta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível