Como identificar ervas daninhas comestíveis

Escrito por ehow contributor | Traduzido por rodrigo castilhos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como identificar ervas daninhas comestíveis
O dente-de-leão pode ser encontrado em quintais e é facilmente identificado por suas flores amarelas peculiares (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Há muitas variedades de ervas daninhas que podem ser comidas, aproveitando partes como folhas, flores, caules, brotos e, até mesmo, raízes. Você pode cozinhá-las de várias maneiras para agregar mais cor e nutrientes às suas refeições.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Procure por flores comestíveis e ervas daninhas saborosas, como o dente-de-leão, no seu próprio quintal. A raiz do dente-de-leão pode ser torrada e usada para fazer café. Ela também pode ser cozida e frita sozinha ou com outros vegetais. Todas as flores e ervas colhidas para alimentação devem ser livres de pesticidas.

  2. 2

    Atente-se que há muitas outras flores e ervas que se assemelham ao dente-de-leão. A melhor maneira de identificar as flores de dente-de-leão é pelo seu tamanho. Essa planta cresce até aproximadamente 4 cm de altura e de largura. Cada haste da planta tem apenas uma única flor amarela.

  3. 3

    Use as folhas suculentas e saborosas da beldroega como complemento em sua salada ou como uma erva para dar sabor em suas receitas. A beldroega é comumente encontrada.

  4. 4

    Procure a beldroega entre a metade do verão e o outono. Ela tem um caule avermelhado de 0,5 cm de espessura com muitas flores amarelas minúsculas de cinco pétalas. Seu fruto mede 0,5 cm, cheio de sementinhas escuras. A beldroega tem folhas palmadas de 1,5 cm a 2 cm e ramificações de 10 cm a 25 cm.

  5. 5

    Cate chicórias no seu quintal, em parques ou em áreas desocupadas. A chicória é parente próxima da endívia e da escarola. Ela se parece a uma alface-romana com cabeças altas e soltas. As folhas são um pouco mais grossas, com um sabor menos ou mais amargo, dependendo da variedade. Ferva e coma as folhas mais jovens, que são menos ardentes, ou adicione a chicória em suas refeições para dar mais sabor.

  6. 6

    Colete as raízes da falópia-japonesa no início da primavera quando ainda estão tenras. Você pode encontrá-las em áreas úmidas e ensolaradas, como em beiras de rios, beiras de rodovias ou mesmo no seu pátio. A falópia-japonesa é rica em vitamina C. Ela tem um caule grosso, verde salpicado de vermelho que se estende do chão até 4 m de altura. Suas folhas são triangulares e pontiagudas com bordas lisas, com 10 cm a 15 cm de comprimento e 6 cm a 11 cm de largura.

  7. 7

    Encontre flores na seção de produtos do supermercado. Use flores de um viveiro ou de um centro de jardinagem para fins culinários verificando se a planta tem um rótulo que indica ser própria para a alimentação.

Dicas & Advertências

  • Certifique-se de não colher plantas que tenham recebido herbicidas dentro de um período mínimo de 60 dias.
  • Lave todas as plantas com água fria corrente.
  • Nunca coma plantas que você não sabe se são comestíveis ou não.
  • Colha plantas comestíveis, mas não corte todas. Deixe algumas ervas para que se propaguem e gerem novas plantas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível