Informações sobre cavalos-marinhos para crianças

Escrito por ellie gambrel | Traduzido por joao marcos padua filho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Informações sobre cavalos-marinhos para crianças
Cavalos-marinhos se escondem em gramíneas marinhas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Cientistas conhecem 35 espécias de cavalos-marinhos, que pertencem ao gênero Hippocampus. Eles vivem no oceano, em áreas próximas a corais e gramíneas marinhas, onde podem facilmente se esconder. Essas criaturas fascinantes têm um numero de peculiaridades interessantes; infelizmente, elas estão vulneráveis à pesca predatória, já que são procurados para uso em medicamentos naturais e como animais de aquários.

Outras pessoas estão lendo

Cavalos-marinhos são peixes

Na Roma antiga, pescadores pensavam que cavalos-marinhos -- com suas cabeças semelhantes a de cavalos -- eram filhotes de cavalos que puxavam a carroça do deus do mar, Netuno. Agora, é claro, cientistas sabem que na verdade os cavalos-marinhos são peixes. Porém, eles não têm escamas como a maioria dos peixes, ao invés disso, são protegidos por armaduras ósseas sob sua pele. Cavalos-marinhos podem ser pequenos -- tão pequeno como o cavalo-marinho anão de uma polegada -- ou de aproximadamente 30 centímetros de comprimento, como no caso do cavalo-marinho-de-barriga.

Cavalos-marinhos machos têm os filhotes

É fácil falar da diferença entre a maioria dos animais machos e fêmeas, porém os machos e fêmeas de cavalo-marinho são bastante similares. Na verdade, a única diferença visível entre os dois é que o macho tem uma bolsa incubadora em seu estômago, onde ele carrega e dá a luz a seus filhotes. Os cavalos-marinhos são uma das poucas espécies onde os machos dão a luz e criam sua prole. Eles também são monogâmicos, que significa que uma vez que um macho e uma fêmea se tornam um casal, eles estarão juntos até a morte.

Camuflagem dos cavalos-marinhos

Cavalos-marinhos são feitos para manobrar, não para velocidade -- embora eles batam suas barbatanas dorsais 35 vezes por segundo. Eles se movem lentamente devido a suas barbatanas serem pequenas e por nadarem na vertical. Como se movem com as correntes, eles precisam ser capazes de se proteger de predadores. Para sua auto-proteção, eles podem rapidamente mudar de cor, permitindo que se misturem com o fundo do mar e efetivamente desapareçam dos predadores famintos.

Como eles se alimentam

Já que os cavalos-marinhos são lentos, eles usam seus rabos para se fixarem aos corais, gramíneas marinhas e outro objetos, e assim esperar que a comida venha. Quando atacam plânctons, pequenos peixes ou camarões, os cavalos-marinhos usam seus longos focinhos para sugar o alimento. Eles precisam engolir todo o alimento, já que não têm dentes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível