Informações sobre o plantio da Coprosma variegada cor-de-rosa

Escrito por angela ryczkowski | Traduzido por fernanda lemi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Informações sobre o plantio da Coprosma variegada cor-de-rosa
Informações sobre a Coprosma variegada cor-de-rosa (Comstock/Comstock/Getty Images)

A Coprosma variegada cor-de-rosa é uma cultivar da espécie Coprosma repens, apelidada de "planta-espelho" devido às suas folhas brilhantes. A cultivar variegada cor-de-rosa é chamada de Esplendor Cor-de-Rosa. Essa planta é nativa da Nova Zelândia e é caracterizada por folhas verde-escuras brilhantes, manchadas de rosa e com bordas amarelas, que se tornam mais rosas e brilhantes durante o frio dos meses de outono e inverno. A Esplendor Cor-de-Rosa pode ser cultivada em recipientes se receber a manutenção adequada, mas é mais apropriada para dar privacidade, usando-a como um arbusto. Essa planta, às vezes, também é chamada de Esplendor do Outono.

Outras pessoas estão lendo

Condições climáticas

A cultivar Esplendor Cor-de-Rosa da planta-espelho é típica de climas frios, de zonas climáticas cujas temperaturas variam de −12,2 °C a 4,4 °C. Contudo, ela é incapaz de tolerar temperaturas abaixo de −6,7 °C. Essa planta é conhecida por sua habilidade de resistir a condições costeiras, como ventanias e maresia.

Locais do plantio

A Coprosma Esplendor Cor-de-Rosa pode crescer até 3 m de altura e 1,8 m de largura, fazendo com que ela seja um espécime adequada para cercas, telas ou espaleiros. Ela deve ter um espaço amplo e deve ser espaçada corretamente. A Coprosma prefere ser plantada em locais que recebem sol direto ou sombra parcial. Em lugares sombreados, essa planta desenvolve um hábito de crescimento desajeitado e esguio.

Solo

A planta-espelho Esplendor Cor-de-Rosa desenvolve-se melhor em solo moderadamente fértil e é pouco tolerante à seca. O solo deve estar de neutro a ácido.

Podas

A Coprosma repens geralmente necessita de podas uma ou duas vezes por ano para que sua aparência seja mantida organizada, e para evitar que o crescimento torne-se esguio. Espécimes cultivadas em recipientes precisam de podas mais frequentes. As plantas-espelho cultivadas na sombra também necessitam de podas mais frequentes para evitar que desenvolvam um hábito de crescimento indeterminado e desajeitado.

Propagação

A Coprosma repens é dioica, ou seja, a planta possui somente flores masculinas ou flores femininas, nunca ambas. Tanto as plantas masculinas quanto as femininas precisam estar presentes para que as femininas possam produzir pequenos frutos laranja. A Coprosma também pode ser propagada a partir de cortes semi-maduros retirados de plantas no final do verão, antes do início da temporada fria.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível