Informações sobre o veneno de ratos

Escrito por megan allyce snider | Traduzido por camille sampaio
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Informações sobre o veneno de ratos
Pequenas quantidades de veneno de rato podem ser mortais (Image by Flickr.com, courtesy of G H)

Lidar com uma infestação de roedores pode ser muito desagradável. Lidar com os venenos para rato também pode ser desagradável e perigoso - principalmente quando há animais domésticos e crianças pequenas em casa. As toxinas nas iscas para roedores também podem causar danos ou matar uma criança ou animal doméstico exposto a ela. Mesmo o contato com a pele pode ser perigoso por conta de alguns dos venenos usados poderem ser absorvidos por ela. Vários tipos de substâncias químicas e três tipos principais de venenos são usados na fabricação de venenos contra roedores.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Há três tipos principais de venenos de rato, e cada um funciona diferente para exterminá-los. O primeiro tipo é Brometalina. A brometalina é uma neurotoxina que mata ratos poucas horas após a ingestão. É normalmente uma opção segura para pessoas com animais domésticos. Anticoagulantes são um dos tipos mais comuns, os mais populares sendo fumarina e varfarina. Eles contêm substâncias químicas que interferem na coagulação do sangue. Esses tipos não devem ser usados perto de crianças ou animais de estimação. O terceiro tipo é à base de vitaminas. Esse veneno enche o corpo do rato com vitamina lipo-solúvel, como a vitamina D. Esse tipo geralmente leva um dia inteiro para matar um roedor.

Brometalina

A brometalina é um rodenticida altamente eficaz. Funciona afetando a permeabilidade das membranas da célula, resultando no inchaço da célula e perda da função. Após a ingestão, se estabelece a disfunção do sistema nervoso central, matando o rato. Inchaço cerebral agudo e paralisia são vistos, além da morte, com doses baixas ou altas, proveniente geralmente de falha respiratória. Com altas doses, resultados são vistos em horas, que incluem hiperexcitabilidade, tremores, reflexos exagerados, convulsões e morte. Baixas doses causam vários sintomas incluindo depressão, falta de apetite, vômitos, tremores, paresia de um ou mais membros, paralisia e morte.

Fumarina

A fumarina, também conhecida como cumaril, é derivada da cumarina, utilizada como rodenticida. Os efeitos em humanos dependem da quantidade de exposição a substância química e como o contato ocorreu, pois ela é altamente tóxica e pode ser absorvida pela pele. Os efeitos colaterais da fumarina incluem sangramentos no nariz, gengivas, urina ou fezes ensanguentadas, hematomas extensos sem lesões, fadiga, irritação dos olhos, hemorragia, falta de ar com exaustão, choque e fluidos nos pulmões. Nos roedores, morte por exposição ocorre com facilidade.

Varfarina

A varfarina não tem odor e gosto e é potente em pequenas quantidades, como rodenticida, porém não age rapidamente: demora cerca de uma semana para uma redução notável na população de roedores. Recentemente, deformações resistentes de ratos têm sido notadas. A varfarina também é tóxica para humanos, pois é um teratógeno humano, causando defeitos no nascimento, má formação e retardamento mental. Entretanto, uma única dose não prejudicaria o feto, já que a quantidade de varfarina em uma isca preparada para roedores é bem baixa.

Rodenticidas de vitamina D

Os rodenticidas de vitamina D, também conhecidos como colecalciferol, têm efeitos tóxicos no fígado, rins e miocárdio (a parede central e mais grossa do coração). Sinais prematuros de hipercalcemia induzida por vitamina D são fadiga, fraqueza, dores de cabeça e náusea. A hipercalcemia é o acúmulo mortal de cálcio no corpo, e a insuficiência renal e os danos ao miocárdio são efeitos da hipercalcemia. A poliuria (urina excessiva), polidipsia (sede excessiva), a proteinúria (grandes quantidades de proteína na urina) e azotemia (níveis anormais de compostos contendo nitrogênio) são resultado de uma lesão aguda do tubo renal, o que provavelmente conduzirá à morte.

Conclusão

Se houver suspeita de contato com algum dos três venenos, a vítima deve ir imediatamente a um hospital. Por vezes, mesmo uma pequena quantia de veneno pode criar sérios problemas. Você também deve chamar um centro de controle de venenos, que pode ajudar a entender como tratar a vítima e possivelmente reverter os efeitos das substâncias tóxicas. Venenos para ratos nunca devem ser deixados em lugares onde crianças ou animais domésticos possam encontrar, tocar ou ingerir.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível