Como lidar com um conflito com adolescentes entre os 12 a 18 anos

Escrito por tasos vossos | Traduzido por rebecka villarreal
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com um conflito com adolescentes entre os 12 a 18 anos
Discussões com adolescentes podem sair do controle facilmente (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

A adolescência pode ser um período difícil, pois as crianças começam a desafiar normas e maneiras, o que pode tornar-se uma fonte de conflito na escola ou em casa. De acordo com a "Teoria do Desenvolvimento Humano", do psicanalista Erik Erickson, os adolescentes têm este comportamento por estarem cientes que vão tornar-se um contribuinte para a sociedade, saindo do ninho do seu pai, e tornar-se independentes. Conflitos mal administrados durante a adolescência podem ter efeitos graves sobre a relação de pais e filhos, bem como sobre a atitude dos adolescentes sobre trabalho, relacionamentos e da vida em geral.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Esclareça as regras da casa ou na escola. Durante um conflito, o argumento dos adolescentes pode ser que eles não sabem ou não entendem as regras. Certifique-se que eles estejam cientes de sua posição sobre temas como dinheiro, toque de recolher e maneiras.

  2. 2

    Ouça os adolescentes antes de responder ou tomar qualquer atitude. Adolescentes podem ter uma razão legítima para estar com raiva, pois eles podem sentir que são maltratados. Além disso, ouvir o problema do adolescente pode mostrar o caminho para a solução.

  3. 3

    Fale com uma voz calma, evitando rótulos negativos, tais como arrogante ou mimado. Elevar o tom de sua voz só vai fazer que os adolescentes sigam o exemplo e, por fim, ninguém será ouvido. Deixe o quarto e volte mais tarde se o adolescente não estiver disposto a discutir razoavelmente com você.

  4. 4

    Pensem juntos para encontrar a melhor solução. Peça sinceramente a opinião do adolescente sobre o problema e avalie como as soluções propostas podem ser aplicáveis. Pense em quais são as consequências de qualquer ação.

  5. 5

    Recompense adolescentes por seu comportamento útil durante um conflito e remova privilégios dos que estiverem agindo errado. É uma motivação para os adolescentes sentar e discutir soluções para conflitos futuros, enquanto a punição é uma mensagem que o comportamento é inaceitável e reivindicações irracionais (como dobrar a mesada e sem toque de recolher) não são tolerados.

  6. 6

    Seja imparcial quando tiver que lidar com conflitos envolvendo dois adolescentes, independentemente de sua conexão entre eles. Mesmo que seja sobre o seu filho e um adolescente desconhecido, siga o mesmo método para identificar e resolver os problemas. Não culpe o outro adolescente de imediato para proteger seu filho.

Dicas & Advertências

  • Prevenir é melhor que remediar, por isso certifique-se de ter construído uma relação forte e positiva com seus filhos antes que eles atinjam a adolescência. Recompense as crianças por cada contribuição positiva na casa ou escola e concorde que vocês podem sempre encontrar uma solução através do diálogo e da compreensão mútua.
  • A violência pode explodir quando os conflitos envolvendo adolescentes ficam fora de controle. Não lute com adolescentes ou permita que eles briguem. Em vez disso, chame a polícia e peça a ajuda de conselheiros e agentes policiais quando a violência de adolescentes for um problema permanente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível