Como o linfoma se espalha pelo corpo

Escrito por chris sherwood | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como o linfoma se espalha pelo corpo
Células cancerígenas (A lymphoma cell dividing, farm1.static.flickr.com/181/426956752_af29e1b19d.jpg)

Outras pessoas estão lendo

Introdução

O linfoma é um câncer no sangue que se origina no sistema linfático do corpo. Este sistema é uma rede de conduítes e gânglios que armazenam e distribuem uma substância chamada linfa por todo o corpo. A linfa é feita de glóbulos brancos do sistema imunológico, chamados linfócitos. O linfoma ocorre quando os linfócitos do corpo começam a agir irregularmente, se dividindo numa taxa muito acelerada. Com o passar do tempo, linfócitos adicionais começam a se aglomerar nas células saudáveis ao formar tumores que se desenvolvem nos linfonodos.

Metástase

O processo pelo qual o linfoma pode se espalhar pelo corpo é chamado metástase, que se origina a partir de um tumor primário. No caso do linfoma, esse tumor primário geralmente está localizado em um dos linfonodos do corpo. Para a metástase ocorrer, uma célula cancerígena devem se soltar do tumor primário e migrar para outra área do corpo. Esse processo geralmente ocorre através da corrente sanguínea ou do sistema linfático.

Corrente sanguínea

Os tumores precisam de uma conexão direta à corrente sanguínea para poderem continuar a crescer e multiplicar suas células. Para fazer isso, as células cancerígenas criam vasos que se conectam diretamente à corrente sanguínea para receber os nutrientes necessários para se dividir e se multiplicar. Esse mesmo vaso sanguíneo pode se tornar uma rota de transporte para a célula cancerígena que se rompeu até a corrente sanguínea. Uma vez que o sangue vai para todas as partes do corpo, uma célula de linfoma pode facilmente encontrar seu caminho até outros órgãos por meio da corrente sanguínea. Uma vez que esta célula alcança um órgão ou linfonodo, ela se fixa no tecido, cria novos vasos sanguíneos para se alimentar, e começa a se dividir. Isso forma um novo tumor.

Sistema linfático

Outra forma comum do linfoma se espalhar é por meio do sistema linfático. Isso é mais comum para esta forma de câncer, uma vez que ele já se originou nesse sistema. Neste caso, uma célula cancerígena vai se separar do tumor primário e viajar pelo sistema linfático até um ponto secundário. Como na corrente sanguínea, o sistema linfático viaja pelo corpo todo, dando acesso aberto à célula do tumor para qualquer linfonodo ou órgão vital no qual ela possa se instalar.

Danos

O fato de o linfoma se espalhar para pontos secundários do corpo é o que faz esse câncer ser tão fatal. Como num linfonodo, uma vez que as células do linfoma se instalam em outros órgãos ou linfonodos pelo corpo, elas começam a se multiplicar numa taxa acelerada e se transformam em tumores. Esses tumores se aglomeram nas células saudáveis de órgãos infectados, incluindo pulmões, cérebro e fígado, dificultando a funcionalidade destes. Por fim, o tumor do linfoma pode crescer o suficiente para fazer com que um órgão não consiga mais funcionar, levando o paciente à morte. Só em 2009, cerca de 20.790 pessoas morreram dessa doença, de acordo com a Sociedade de Leucemia e Linfoma.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível