Como uma maré de tempestade se forma?

Escrito por john brennan | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como uma maré de tempestade se forma?
As marés de tempestade são algumas das características mais devastadoras de um furacão (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Furacões e ciclones podem causar muito dano quando atingem a terra. Entre as características mais devastadoras desses fenômenos estão o aumento do nível do mar, chamados de marés de tempestades. O processo que inicia a formação de uma maré de tempestade é direto e de fácil entendimento, apesar de a altura ser determinada pela combinação de uma diversidade de fatores.

Formação

Os ventos de furacões são muito fortes. Por vezes, as rajadas de vento podem atingir velocidades de 305 km/h. Esses ventos movem-se em padrões circulares e empurram a água, assim como os ventos que causam as ondas que quebram na praia. No lado do oceano, a água flui "para baixo", portanto, os aumentos no nível do mar são mínimos. Já no lado oposto, conforme o furacão se aproxima, o vento traz água para perto do olho do furacão.

Costa

A maré de tempestade é formada pelos ventos do furacão, mas a forma da terra também influencia na altura atingida. Um pico mais elevado e áreas continentais estreitas permitem que a água se dissipe, enquanto áreas mais rasas ou largas estimulam a formação de marés maiores. A Costa do Golfo, nos Estados Unidos, tem encostas mais rasas na costa, portanto, é mais provável que uma maré de tempestade grande se forme lá do que em áreas de águas mais profundas.

Fatores

Outro importante fator a ser considerado é a maré. Se a tempestade se formar perto ou na maré alta, o nível do mar fica ainda maior. A combinação de maré alta a tempestades é chamado de maré de tempestade. Estas tempestades tendem a ser mais fortes perto do olho, pois os ventos do furacão se movem em padrões circulares. À direita do olho, eles sopram em direção ao mar, então, é mais comum que a água fique desse lado. Já à esquerda, eles sopram para longe do mar.

Efeitos

Quando o furacão Katrina atingiu Nova Orleans, em 2005, veio junto uma grande maré de tempestade, com tamanhos entre 7,5 m e 8,5 m. Essas tempestades causam enchentes e danos. Elas trazem as "ondas" dos furacões para estruturas que não as suportam, causando danos ao alicerce dos prédios, ruas e outras construção. Se inundar a área costeira e estuários, elas podem fazer com que grandes quantias de água do mar entre em contato com ecossistemas sensíveis, causando danos à vida humana, às propriedades e à fauna e flora.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível