Os melhores estilos de calhas para uma casa colonial holandesa

Escrito por bob haring | Traduzido por daniele joi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os melhores estilos de calhas para uma casa colonial holandesa
Estilos de calhas em casas coloniais holandesas (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A arquitetura colonial holandesa se ​​originou no final do século 18. Seu telhado de estilo gambrel proporcionava mais espaço para um segundo andar ou um loft e, em seus primórdios, essas habitações muitas vezes recebiam uma redução de impostos, pois eram classificadas como uma casa de um só andar. O estilo teve um retorno começando no final do século 19, que durou até, aproximadamente, a Segunda Guerra Mundial. Telhados coloniais holandeses muitas vezes têm dormentes de janelas colocados do lado mais íngreme das duas encostas. Alguns coloniais holandeses têm uma espécie de telhado de borda na parte inferior do telhado principal -- para estender um beiral além das paredes e manter a água longe da casa.

Outras pessoas estão lendo

Calhas originais

Muitas casas coloniais holandesas originais ou tinham calhas embutidas ou não as tinham, caso os beirais fossem grandes o suficiente para drenar a água sem a ajuda de calhas ou algerozes. Calhas embutidas, que fazem parte do telhado, são trincheiras construídas dentro de sua borda externa, e muitas vezes ficam escondidas na margem da casa. As calhas embutidas são armações de madeira, forradas com metal, geralmente cobre ou aço tratado.

Embutidas são raras

Calhas embutidas são raramente usadas ​​hoje, porque elas são muito caras, difíceis de adicionar a um telhado existente e necessitam de manutenção frequente. Elas também são propensas à podridão pela ação da água e à deterioração, mesmo quando revestidas com cobre ou aço. Sua principal vantagem é a aparência; elas ficam disfarçadas ou escondidas atrás da borda do telhado. Elas podem também ser mais largas do que as calhas nas bordas do telhado.

Tipo K

O tipo K é a forma mais comum de calha hoje em dia e é assim chamado porque a sua forma, quando visto de lado, assemelha-se à letra K. Calhas tipo K estão disponíveis em 12,5 cm ou 15 cm de largura, com instalações sem emenda para eliminar possíveis vazamentos. O estilo K era comum no retorno das casas holandesas coloniais. O cobre era uma escolha frequente de metal, porque ele resiste à corrosão e tem longa duração. Aço revestido, alumínio e vinil são outras opções de tipo K que podem funcionar em um telhado colonial.

Meio arredondada

Calhas meio arredondadas foram uma adaptação antecipada para casas coloniais holandesas, como uma alternativa para as calhas embutidas. Elas são semicírculos feitos de metal, presos à borda de um telhado, geralmente com algerozes redondos em vez de retangulares. As calhas meio arredondadas normalmente são feitas de cobre ou de aço com um revestimento resistente às intempéries. Elas são atraentes em telhados coloniais e realmente drenam a água de forma mais eficiente do que os outros estilos.

Considerações históricas

Se sua casa colonial holandesa está em um centro histórico ou tem calhas históricas, verifique com as autoridades locais de construção sobre qualquer substituição. Algumas áreas históricas exigem que as calhas sejam substituídas com estilos idênticos, então uma calha embutida, por exemplo, pode necessitar de uma substituição com uma peça também embutida no telhado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível