Mais
×

Métodos baratos de filtrar água rica em enxofre e ferro

Atualizado em 21 novembro, 2016

Quando uma casa recebe água do município, ou usa um poço, pode ser que ela venha com alta concentração de enxofre e/ou ferro. Caso a água tenha um cheiro de ovo podre, pode conter enxofre. Quando ela deixa manchas avermelhadas em roupas, torneiras, chuveiros e pias, pode conter ferro. O tratamento municipal usa cloro para remover bactérias e ferro, e o processo de aeração ajuda a remover o enxofre. Caso ela tenha alta concentração desses elementos, pode ficar com gosto ruim e causar problemas nas tubulações. Existem vários filtros para isso, mas são caros. Porém, existem algumas alternativas mais baratas.

Água de poço pode ter cheiro de ovo podre, devido à presença de sulfeto de hidrogênio (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Adição de cloro

Adicione cloro diretamente no poço, sistema de bombeamento ou canos de água. A dose deve ficar entre 50 e 200 partes por milhão. Deixe que o cloro fique na água por cerca de 24 horas e depois deixe a água fluir até os resíduos desaparecerem. Use alvejante sem perfume para remover o odor de enxofre. Essa é uma medida temporária, já que o odor irá retornar em alguns dias ou semanas. Repita a aplicação de cloro.

O proprietário comum deve usar um alvejante sem odor para remover o cheiro de enxofre, depois de tomar as devidas precauções, usando luvas e óculos de proteção. O cloro em sua forma gasosa é tóxico, caso seja inalado, e os amadores não devem tentar usar outra forma de cloro. O site do Centers for Disease Control and Prevention dá detalhes sobre a quantidade de alvejante e como usá-lo para remover os odores da água de poço.

Adição continua de cloro

Esse método de filtragem de água é bom para remover uma alta concentração de ferro, mas requer um tanque de armazenamento, de forma que a água tenha tempo suficiente para entrar em contato com o cloro. Ele é adicionado ao tanque em intervalos específicos, regulares, e depois a água é exposta ao ar, através da aeração.

O cloro, na forma de alvejante doméstico sem aroma, deve ser usado pelos proprietários, ao invés do cloro gasoso, que é tóxico de acordo com o CDC. Depois de adicionar cloro, faça a água circular com ajuda de uma bomba e mangueira, para misturar completamente. Dessa forma, a água também será aerada.

Filtro de areia verde (Zeólita de manganês)

O filtro de areia verde contem uma cobertura de dióxido de magnésio que libera oxigênio. Ele é bom para tratar a água com concentração de ferro. O oxigênio reage com o ferro e resulta em um composto que fica preso no leito filtrante. Como a quantidade de oxigênio diminui na unidade, uma solução fraca de permanganato de potássio, 60 a 120 mL para cada 28 litros de água, deve ser colocada no leito do filtro.

O leito é feito a partir de glauconita verde, que ajuda a remover o sulfeto de hidrogênio, ferro e o manganês da água pelo processo de oxidação e precipitação. Uma vez que esses compostos químicos entrem em contato com o manganês das partículas da areia, a reação química ocorre.

Uma casa pode gastar entre R$ 150 a R$ 200 todo ano em permanganato de potássio. O tanque que armazena o produto deve receber limpeza anualmente, para manter sua eficácia. O meio filtrante precisa ser substituído a cada cinco anos, conforme o manganês é desgastado.

Problemas com o uso de cloro

O cloro é um meio barato e eficaz de filtrar a água com alta concentração de enxofre e ferro; caso o poço não tenha um forro ou revestimento, outros contaminantes podem se infiltrar na água. Nesse caso, perfure um novo poço, ou melhore o existente. Além de tudo, o cloro pode fazer com que a remoção de dureza da água (cálcio, magnésio e outros compostos) seja ineficaz.

O alvejante doméstico pode queimar a pele ao entrar em contato. Tome as precauções adequadas ao usá-lo. Mantenha fora do alcance de crianças e animais.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article