×
Loading ...

Perigos para o ecossistema das savanas

Atualizado em 17 abril, 2017

A combinação de elementos naturais como a grama, pequenos agrupamentos de árvores e clima seco é comum à maioria das savanas por elas serem, muitas vezes, áreas de transição entre florestas, desertos e pradarias. A maior extensão de savanas se encontra na África. Apesar de existirem vários perigos ambientais comuns a esses ecossistemas, a maioria deles resultam da interferência humana no seu equilíbrio natural. A intromissão excessiva pode levar à desertificação da terra, criando locais em que o crescimento da vegetação fica severamente inibido.

Savanas são zonas de transição entre florestas, pradarias e desertos (savanna 1 image by Bruce Hewitson from Fotolia.com)

Incêndios

As savanas sofrem os efeitos de incêndios, que tendem a ocorrer com bastante regularidade e, muitas vezes, são iniciados por seres humanos, seja pelos povos aborígenes para facilitar o crescimento da vegetação ou como resultado de acidentes. Por exemplo, na África, muitos grupos étnicos ainda usam fogueiras para cozinhar, e os incêndios acidentais podem facilmente ocorrer caso elas fiquem fora de controle. Incêndios são perigosos para as savanas porque eles possuem o potencial para destruir a maior parte das plantas que fornecem nutrientes ao solo e o protegem contra a erosão, o que dificulta ou até mesmo impossibilita o restabelecimento dos níveis anteriores de fertilidade.

Loading...

Agricultura

As árvores situadas em áreas de savana são frequentemente derrubadas para a criação de pastagens. Isso é uma verdade particularmente para a Austrália, onde grandes áreas desse ecossistema foram desmatadas para aumentar a produção de alimentos disponíveis para o gado. Da mesma forma, elas foram devastadas por fazendas, plantações e grandes propriedades para desenvolvimento e maximização do cultivo. Savanas sem vegetação têm sido usadas para produção de bens como café, feijão, arroz e milho. A cultura na América do sul, particularmente no Brasil, tem um histórico de utilização dessas áreas para o desenvolvimento da safra. Quando uma Savana perde suas árvores para dar lugar a plantações ou pastagens, a erosão do solo se torna mais comum, e com isso, os nutrientes escoam mais facilmente, tornando as terras menos férteis e com capacidade reduzida para o crescimento das plantas. Com o tempo, sem reposição suficiente de nutrientes, a terra pode se tornar estéril.

Mudanças climáticas

Como as mudanças climáticas ocorrem em todo o mundo, os recursos naturais para sustentar as savanas esgotam-se gradualmente. Em particular, a falta de chuvas consistentes e suficientes pode levar à desertificação e morte desse ecossistema. Com o tempo, se houver uma diminuição considerável na precipitação média de um determinado ano, a seca tomará conta e as reservas de água diminuirão. Aos poucos, as plantas morrerão em decorrência da insuficiência de chuva.

Desenvolvimento urbano

Áreas foram desmatadas para dar lugar a projetos de desenvolvimento urbano, o que é particularmente verdade para as savanas e pradarias dos Estados Unidos, onde cada vez mais o crescimento de subúrbios torna os espaços naturais abertos em produtos altamente cobiçados. Como parte do processo de desenvolvimento urbano, o desmatamento é uma prática comum.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...