Como as pétalas das flores atraem polinizadores?

Escrito por patricia johnson | Traduzido por bruno souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como as pétalas das flores atraem polinizadores?
O sucesso na adaptação das pétalas evita a hibridação, assim a flor pode manter sua espécie

Outras pessoas estão lendo

Introdução

Uma ou dezenas, brancas ou de coloração fogo-fúcsia, as pétalas exibem-se para seus polinizadores. Essa estruturas das flores pode modificar suas formas, cores, perfumes, sensibilidades e padrões para atrair insetos e pássaros. Tanto a flor quanto o polinizador desfrutam as recompensas através do processo de mutualismo. A flor gasta menos energia na produção de pólen e é polinizada com sucesso; o polinizador se alimenta de néctar e encontra uma presa fácil. O sucesso na adaptação das pétalas evita a hibridação, assim a flor pode manter sua espécie.

Polinizadores

Polinizadores incluem pássaros, insetos, morcegos, borboletas, zangões, abelhas e besouros. O formato das pétalas se adapta para permitir que somente determinados polinizadores façam seu trabalho e as flores podem atrair uma ou mais espécie de polinizadores. Algumas, como o solidago, por exemplo, têm uma flor/pétala com formato especial para atrair diversos tipos de animais. Outras pétalas acomodam certos polinizadores ao abrirem justamente durante as horas do dia em que esses insetos e pássaros costumam se alimentar.

Formato das pétalas

O formato das pétalas se adapta muito bem às preferência de alimentação, cheiro, visão e pouso do polinizador.

Formatos comuns de pétalas incluem o sino/cálice semelhante a campainhas; o que lembra tubos, como na videira de trombeta; cachos pequenos, como no arbusto-de-borboleta; e tubos alongados como na espécie lobelia cardinalis. Pétalas também têm forma de cata-vento plano, ou ainda são entortadas no sentindo contrário, como as aquilégias. Algumas exibem um formato labial, tal como a erva-bezerra. Certas flores têm uma pétala maior do que as outras.

O formato das pétalas varia entre as espécies de flores; algumas imitam formas de insetos para enganar polinizadores. Certa espécie de vespa poliniza orquídeas com pétalas que se parecem, cheiram e tem a mesma textura de uma vespa fêmea. Pétalas também se acomodam para formar áreas de pouso para insetos, para se adequar às suas línguas, bicos e ao tamanho de seus corpos. Elas também formam trechos curvos que permitem a apenas uma espécie específica de polinizador na flor. As Ervas-bezerra estão adaptadas para o peso de uma abelha, que pousam em uma pétala com formato de lábio especialmente projetado para esse tipo de inseto. A pétala se abre, então, sob o peso do corpo da abelha. Beija-flores pairam para se alimentar, preferindo pétalas com amplas aberturas recurvadas em forma de tubo. Já os morcegos polinizam flores com pétalas mais abertas e resistentes que suportam todo o seu peso.

Como as pétalas das flores atraem polinizadores?
Borboletas enxergam apenas cores de tom vermelho, incluindo roxos

Cores das pétalas

Polinizadores enxergam um espectro limitado de cores, assim as pétalas adaptam-se escolhendo cores especiais para determinados insetos e pássaros. As abelhas, por exemplo, não podem distinguir o vermelho, mas enxergam o amarelo, azul e o ultravioleta. Beija-flores são atraídos por pétalas de cor vermelha, como a nepeta. Já as borboletas veem as cores de tom vermelho, incluindo roxos. Flores brancas são visíveis para os polinizadores noturnos, como morcegos e mariposas. As pétalas, às vezes, contam com duas cores, como o vermelho e o amarelo, para atrair mais de um tipo de polinizador, que às vezes também são guiados por padrões de cores que se assemelham a pistas de pouso.

Como as pétalas das flores atraem polinizadores?
Os aromas da pétala derivam de óleos essenciais feitos de ésteres capazes de atrair vários insetos

Perfume das pétalas

O aromas da pétala derivam de óleos essenciais feitos de ésteres capazes de atrair abelhas, borboletas, mariposas e outros insetos.

As abelhas polinizam flores com aromas leves e doces, como os encontrados em salvas, hortelã e trevos. Pétalas perfumadas com aromas fortes e doces atraem polinizadores que se alimentam à noite, especialmente mariposas. Essas pétalas se adaptaram na produção de perfumes que exalam o odor de carne podre, aroma que atrai traças e moscas polinizadoras.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível