×
Loading ...

A preparação de uma poliacrilamida

Atualizado em 17 abril, 2017

A preparação de uma poliacrilamida geralmente resulta na produção de um gel. Para preparar um gel de poliacrilamida, você precisará polimerizar a acrilamida. A acrilamida em sua forma não polimerizada é uma neurotoxina, e deve ser tratada com muito cuidado para evitar ferimentos. Existem vários métodos de polimerização, mais vulgarmente utilizando o persulfato de amônio e a tetrametiletilenodiamina, ou TEMED, para formar radicais livres e, subsequentemente, catalisar a polimerização.

Procedimentos laboratoriais básicos

Antes de começar a lidar com quaisquer substâncias, certifique-se que você está usando o equipamento de segurança adequado, incluindo luvas de látex, óculos de segurança e um avental laboratorial. Siga cuidadosamente os procedimentos laboratoriais. Não misture nada sem ter certeza de que você tem um ambiente fechado e seguro, como um recipiente hermético ou banheira, em que possa fazê-lo. É necessário ter um mínimo de pele exposta para diminuir qualquer dano potencial.

Os metais, tais como o cobre, podem inibir a produção de uma poliacrilamida, interferindo com o processo de polimerização. Esterilize o ambiente de preparação antes de prosseguir para eliminar quaisquer contaminantes iônicos.

Loading...

Polimerização química

O gel de poliacrilamida deve ser sintetizado a partir de acrilamida e bis-acrilamida. A técnica de polimerização consiste em expor com muito cuidado a acrilamida e a bis-acrilamida ao persulfato de amônio e TEMED. A reação desses produtos químicos produz os radicais livres do persulfato, que por sua vez iniciam a polimerização de monômeros de acrilamida, convertendo-os em radicais livres. Esses radicais livres de monômeros de acrilamida recém-convertidos reagem com monômeros não ativados, finalizando a polimerização e criando a natureza porosa do gel de poliacrilamida final.

Polimerização fotoquímica

A poliacrilamida também pode ser preparada por um processo fotoquímico, que é muito semelhante à polimerização química, exceto que, em vez de usar o persulfato de amônio para iniciar a libertação de radicais livres, pode utilizar a riboflavina, também conhecida como riboflavina 5 fosfato, em combinação com TEMED em vez disso. Ao expor a riboflavina e o TEMED à luz e ao oxigênio, os radicais livres são libertados e resultam na polimerização.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...