Como procriar periquitos com cores diferentes

Escrito por elle blake | Traduzido por ana cristina carneiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como procriar periquitos com cores diferentes
Periquitos selvagens são geralmente amarelos com corpos verdes e pontos coloridos no pescoço (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Periquitos comuns vêm em uma variedade de mutações de cor, e muitas pessoas "coletam" periquitos com base na qualidade de sua cor. Periquitos selvagens têm cabeças amarelas e corpos verdes. Todas as outras mutações de cores vêm de periquitos criados em cativeiro e têm diversas qualidades. Algumas mutações de cores em periquitos são muito raras, enquanto outras são comuns. Se está criando o seu periquito pelas cores, é essencial que você faça todo o possível para dar aos seus periquitos camadas de alta qualidade e boa cor.

Nível de dificuldade:
Moderado

Instruções

  1. 1

    Leve os seus periquitos a um veterinário para garantir que eles são saudáveis. Aves não examinadas não devem ser procriadas. Peça ao seu veterinário para estimar as idades dos seus periquitos, se você não estiver completamente certo das datas; eles precisam ter mais de um ano, mas, de preferência, mais perto de 18 meses para estarem prontos para dar filhotes. A fêmea não deve ter mais do que 3, e o ​​macho não mais do que 6 anos. Ambas as aves também precisam estar em boas condições de saúde -- sem descoloração, sem nenhuma descarga ou bloqueio da cloaca, sem problemas para defecar, não ter letargia ou vômitos. Estes são sinais de doenças que podem ser graves. Você também precisa ter certeza de que os periquitos que pretende usar não são da mesma família -- o mais próximo, sem grande risco é avô ao neto, apesar de aves completamente sem parentes terem muito menos um risco. Tenha cuidado se você comprou as aves de um pet shop ao mesmo tempo, pois elas podem ser irmãs.

  2. 2

    Trabalhe a genética de seus periquitos, se você está buscando uma cor específica. Se está criando periquitos de cores selvagens, você vai acabar com uma prole muito semelhante. Outras cores, como violeta e arco-íris , exigem certas "cores básicas" para serem criadas. Se você está tentando reproduzir cores especiais, esteja ciente de que não pode criar qualquer ave com estas colorações, ou apenas alguns podem levá-las. Certifique-se de que você será capaz de abrigar, ou encontrar boas casas, para os outros filhotes também. A genética dos periquitos pode se tornar muito complexa, por isso a leitura de um livro sobre as mutações de cor e genética antes de reproduzi-las é aconselhável. No entanto, algumas mutações podem ser fáceis de conseguir. Todos os periquitos têm uma cor base, seja amarelo ou branco. Esta é a cor da cabeça, e as cores entre as "faixas" no pescoço de um periquito, que leva até as suas penas. Periquitos de base amarela terão mais comumente corpos verdes cintilantes, enquanto periquitos de base branca terão mais comumente corpos azuis cintilantes. A base amarela é dominante, ou seja, cruzar um periquito de base amarela e um periquito de base branca irá resultar em uma prole de base amarela. Há também os genes escuros a considerar -- um periquito sem genes escuros terá um colorido cintilante, um gene escuro vai dar uma cor um pouco mais escura e dois genes, uma cor mais escura ainda .

  3. 3

    Selecione cuidadosamente os periquitos que você deseja usar para a reprodução. Na maioria das vezes, a criação de "comunidades" de periquitos é recomendada, já que a reprodução levará menos tempo. No entanto, quando buscar a reprodução para cores, é essencial que os periquitos certos procriem, então mantenha-os juntos, separados dos outros pássaros. Considere o que você está procurando e o que você tem: Por exemplo, se você quer reproduzir periquitos cobaltos de base branca, você precisa de dois periquitos de base branca, com apenas um ou nenhum gene escuro.

  4. 4

    Mantenha os periquitos em uma gaiola grande, onde eles tenham espaço para voar e muitos poleiros e balanços. Isto irá permitir aos periquitos um tempo para ficarem separados, bem como para estarem juntos. A superlotação pode causar estresse, diminuindo os sistemas imunológicos dos periquitos, o que os torna mais propensos a desenvolverem doenças ou enfermidades. Isso pode afetar a condição de suas penas e as suas competências parentais, o que pode resultar em prole de cor mais pobre.

  5. 5

    Observe evidências de comportamento reprodutivo. Anote quando você vê isto ocorrendo, no entanto, esteja ciente de que nem todo comportamento reprodutivo irá resultar em ovos. Isso não significa que algo está errado com o casal, e eles são susceptíveis a se reproduzirem novamente e, eventualmente, dar filhotes se deixados sozinhos. O comportamento reprodutivo dos periquitos costuma ser muito fácil de identificar -- um periquito macho vai abordar a fêmea, fazendo barulho e batendo o bico repetidamente. A fêmea irá responder erguendo a cauda e baixando a cabeça para que o macho possa se equilibrar em cima dela e acasalar. Isso geralmente é breve e repetido com frequência.

  6. 6

    Verifique os ninho regularmente. As fêmeas colocarão uma ninhada de ovos, geralmente entre dois e nove dias, antes da incubação, durante 18 dias. Durante este período de incubação, ofereça muita comida e água em todos os momentos. Lembre-se quando os filhotes deverão nascer e verifique a caixa de aninhamento regularmente durante deste tempo.

  7. 7

    Forneça uma dieta com bastante nutrientes e vitaminas. Ofereça uma variedade de alimentos como ovos, cenoura, folhas verdes e berinjela. Deve haver um osso de choco na gaiola ou no piso, pois isso irá aumentar os níveis de cálcio. Forneça frutas e legumes regularmente para manter as suas aves saudáveis ​​e as suas penas com boa aparência. Vegetação fresca é muito mais benéfico para o seu pássaro que somente uma dieta simples de sementes.

  8. 8

    Observe os hábitos alimentares dos filhotes. Nos primeiros dias a fêmea vai fornecer a comida, ao ficarem mais velhos, o macho e a fêmea se revezam. Os filhotes vão começar a comer sozinhos. Não os venda até que eles estejam comendo de forma independente, sem qualquer influência de seus pais.

  9. 9

    Borrife seus periquitos com um frasco de spray de nebulização leve regularmente. Preencha-o com água à temperatura ambiente, e aplique em cada pássaro uma névoa suave regularmente. Isso irá incentivar os pássaros a alisarem suas penas, deixando-as em melhores condições, o que aumenta a cor.

Dicas & Advertências

  • Se você quiser melhorar a cor dos seus periquitos ainda mais, continue a reprodução. Certifique-se de que todos os periquitos adicionais tenham cor forte e boa saúde. Manter uma reprodução de periquitos coloridos e saudáveis ​​levará a cores mais brilhantes e ousadas.
  • Não fique tentado a procriar periquitos da mesma família. Isso pode levar a muitas síndromes, o que impede que os periquitos afetados tenham uma vida normal ou sejam capazes de escalar, voar ou até mesmo de comer corretamente.
  • Resista à tentação de remover o macho após o acasalamento, se possível. Embora esta seja uma prática de muitos criadores, de modo que o macho possa engravidar imediatamente um outro pássaro, o fato de criar uma ninhada sozinha gera uma alta quantidade de estresse na fêmea.
Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível