Os quatro tipos de mudança organizacional

Escrito por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os quatro tipos de mudança organizacional
A mudança organizacional é fundamental para estabelecer novos objetivos profissionais dentro de uma empresa (Ryan McVay/Digital Vision/Getty Images)

Mudanças são uma ferramenta importante para que avaliemos o rumo de nossas escolhas. São fundamentais também para que tracemos novas direções para onde queremos chegar. Na área empresarial, as mudanças também têm o propósito de valorizar os profissionais, criar novos paradigmas e fazer com que a empresa defina estratégias para atingir valores como sucesso e liderança de mercado. O conceito de mudança organizacional vem dos estudos em Administração para oferecer novos desafios e soluções às empresas e aos funcionários. Mas o processo da mudança só será positivo se ele for acompanhado de elementos como auto-avaliação, mudança de estratégia e reavaliação de práticas profissionais.

Outras pessoas estão lendo

Mudança incremental

A mudança incremental, também conhecida como mudança de dimensionamento de estrutura, é aquela que possui um impacto menos traumático sobre a empresa como um todo. Por isso ela costuma ser a mais frequente. Neste tipo de mudança, serão introduzidos novos produtos na área de produção e novas tecnologias. Como o nome já diz, os benefícios serão incrementados ao processo que já existe dentro da empresa. O objetivo da mudança incremental é ampliar a capacidade já existente na empresa para alçar novos voos.

Mudança transformacional

A mudança transformacional é uma verdadeira transformação nas formas de produção de uma empresa. É um tipo de mudança profunda no processo de gestão. Nesse caso, a empresa passa por uma grande estruturação interna relacionada à produtos, funcionários e líderes. É um tipo de mudança radical, geralmente tomada após uma grande crise ou necessidade de se reposicionar no mercado. Um exemplo muito utilizado sobre esse tipo de mudança está na cadeia de fast food McDonald's. Depois de anos tendo sua marca associada à comidas altamente gordurosas, a empresa passou por um reposicionamento radical de produtos para vender alimentos mais saudáveis e estimular o consumo do café da manhã.

Mudança evolucionária

As mudanças evolucionárias possuem um foco específico. São graduais e ocorrem motivadas ao crescimento da empresa. Quando uma empresa cresce de forma não planejada, demandas não previstas acabam surgindo. Nesses casos, a mudanças evolucionárias ajudam a acomodar o rumo da empresa. É uma forma de corresponder às novas necessidades dos clientes e também se proteger da pressão criada por empresas concorrentes. É um tipo de mudança que valoriza a missão e os fundamentos lançados pelos criadores da empresa. Ela apenas muda o rumo que o negócio pode seguir no futuro.

Mudança revolucionária

A mais radical das mudanças ocorre quando a empresa se vê obrigada a alterar totalmente seus princípios-base, seja no setor de gestão, produção ou pessoal. Para que a empresa se reposicione em um caráter estratégico de mercado, é preciso estimular mudanças profundas na estrutura do próprio negócio para que ele consiga sobreviver. Trata-se de um processo que costuma acontecer com empresas de muitas gerações. Como a Nokia, que originalmente era uma fábrica de papel e hoje é uma grande multinacional de telecomunicações graças a uma série de mudanças revolucionárias na própria missão, nos valores e em sua estrutura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível