Como se recuperar após o fim de um relacionamento abusivo?

Escrito por dawna theo | Traduzido por ana claudia bragé
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como se recuperar após o fim de um relacionamento abusivo?
Curar as mágoas de um casamento abusivo pode levar um bom tempo (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Recuperar-se após um casamento abusivo é um processo gradual, mas importante. Sua autoestima e suas crenças sobre a bondade humana foram severamente abaladas. É importante saber como curar a si mesmo depois de um casamento abusivo terminar ou você pode acabar com outro parceiro abusivo.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Aconselhamento profissional
  • Diário
  • Hobbies
  • Família

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Procure ajuda profissional, pois um psicólogo ou terapeuta irá ajudá-la a compreender os seus pensamentos e comportamentos. Você poderá distinguir o que é um comportamento normal e anormal em um casamento. Ele irá ajudá-la a reconquistar sua autoestima e dar a coragem para reconstruir sua vida, bem como irá orientá-la sobre como tratar as crianças que foram afetadas pelo divórcio.

  2. 2

    Evite relacionamentos românticos por um tempo, pois é muito importante não entrar em um relacionamento sério enquanto estiver se recuperando e sentindo-se frágil. O processo de cura de um relacionamento abusivo pode levar anos. Reconheça que você está pronta antes de realmente estar e isso evitará que você se sinta solitária. É necessário saber identificar um abusador e compreender a razão que a leva a ficar atraída por ele -- antes que você possa entrar em um novo relacionamento.

  3. 3

    Proteja e apoie seus filhos. Se você possui filhos desse casamento, não esqueça do bem-estar físico e emocional deles, pois uma relação abusiva afeta a todos da família. Leve-os a um terapeuta para que reconstruam a autoestima e sintam-se seguros novamente.

  4. 4

    Conte com a ajuda da família e dos amigos nos quais confia. Converse com frequência com eles e certifique-se de que eles são otimistas e não estão deixando você para baixo.

  5. 5

    Escreva um diário. Escrever os pensamentos e sentimentos ajuda a identificar o que está acontecendo com você. Traga o diário nas sessões de terapia e escreva alguns objetivos nele.

  6. 6

    Construa sua autoestima com um novo hobby ou seguindo com um passatempo antigo que deixou de lado. Foque-se em você mesma e procure atividades prazerosas que a lembrarão que você possui talentos e habilidades. Você está livre para encontrar-se novamente.

  7. 7

    Discuta com o terapeuta quais características de personalidade você pode ter que possam atrair os abusadores e pergunte a ele o que você pode fazer para mudar esses traços no futuro. Passe um tempo com o terapeuta aprendendo a reconhecer sinais iniciais de um relacionamento abusivo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível