Os riscos das usinas nucleares

Escrito por jason chavis | Traduzido por rayssa amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os riscos das usinas nucleares
Usina nuclear (Tom Brakefield/Stockbyte/Getty Images)

Existem muitos riscos no uso de usinas nucleares. O pior desses é o vazamento nuclear, contudo, vários outros problemas podem surgir. Houve alguns acontecimentos nos quais esses problemas se tornaram verdadeiros desastres, dando origem a agências de segurança e reguladoras.

Outras pessoas estão lendo

Função

Embora usinas nucleares ofereçam uma fonte importante de energia, existe uma grande variedade de riscos associados ao seu uso. Esses riscos criaram um medo geral de usinas nucleares nos Estados Unidos e em grande parte do mundo. Essas usinas são perigosas desde a exploração mineira para conseguir urânio até os estágios finais, durante a eliminação de subprodutos com segurança. Muitos cientistas estão tentando lidar com esses riscos, contudo, eles ainda são predominantes nessa tecnologia.

Significado

O maior temor sobre o uso de usinas nucleares é que ocorra um acidente grave no reator. Quando todo o sistema ou um componente individual leva ao mau funcionamento do reator, acontece uma fusão nuclear. Isso ocorre mais comumente quando o combustível nuclear selado no reator, que abriga os materiais radioativos, começa a superaquecer e derreter. Se esse problema se torna severo, os elementos radioativos dentro do núcleo podem ser liberados na atmosfera e em toda da área da usina nuclear. Esse materiais radioativos são altamente tóxicos para toda a vida biológica. Devido ao design geométrico dos núcleos do reator, uma explosão nuclear é impossível, contudo, explosões menores, como a liberação de vapor, são possíveis.

História

Vazamentos nucleares ou desastres ocorreram em vários níveis desde a criação das usinas. O primeiro vazamento conhecido ocorreu em Ontário, Canadá, em 1952. Vários desastres ocorreram nos anos seguintes, incluindo a liberação de elementos radioativos no ar, em pelo menos quatro ocasiões. Os desastres mais expressivos ocorreram em Three Mile Island na Pensilvânia, em 1979, e em Chernobyl na Ucrânia, em 1986. O acidente em Three Mile Island foi um vazamento parcial do núcleo de um reator pressurizado. Isso resultou na liberação de 43,000 curies de crípton e 20 curies de iodo-131 no meio ambiente. O desastre de Chernobyl atingiu um nível 7 (acidente grave) de acordo com a Escala Internacional de Eventos Nucleares. Após a explosão inicial que matou duas pessoas, o reator foi destruído e a precipitação nuclear foi espalhada ao redor da área. Foi necessário evacuar 600 mil pessoas, e cerca de 4,000 morreram de câncer induzido pela radiação.

Características

O risco a longo prazo de usinas nucleares é a eliminação de resíduos. Esses resíduos incluem materiais que foram utilizados no processo de fissão nuclear. O urânio empobrecido contém os níveis mais altos de toxinas e radiação. Ele precisa ser armazenado em instalações que forneçam seguras barreiras de proteção para prevenir roubo ou a exposição ao solo ou à água. A maioria dessas instalações estão localizadas no subsolo. Países que usam energia nuclear precisam criar formas de armazenar esses resíduos por milhares de anos. Resíduos tóxicos também são uma preocupação para muitas empresas. Roupas e ferramentes protetoras usadas também precisam ser armazenadas de forma segura para impedir a contaminação através da ingestão ou inalação.

Considerações

Um grande risco associado a usinas nucleares é a ameaça de terrorismo. Embora as ameaças sempre existam, o nível de conscientização por parte da indústria nuclear e do governo federal americano foi aumentado após os ataques de 11 de Setembro de 2001. Embora uma explosão nuclear de grande escala não seja possível, um ato terrorista pode liberar os elementos radioativos na vizinhança. Se um lançamento de bombas ocorrer dentro da usina, principalmente próximo ao reator, a saída radioativa pode afetar todos os seres vivos dentro de um raio de 3 a 12 km, mesmo com uma exploração pequena. O FBI e o Departamento de Segurança Interna definiram todas as usinas nucleares como um possível alvo e designaram agentes para cada uma delas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível