Roupas femininas dos anos 50

Escrito por julie boehlke | Traduzido por maria pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A década de 1950 foi uma era de avanços nos cinemas, bailes, jantares e rock and roll. O estilo de roupa popular da época era inspirado em todas essas esferas. Simples e modesto, o vestuário da maioria das mulheres nos anos 50 foi criado com o intuito de deixá-las femininas mesmo com o corpo todo coberto por panos. Embora houvesse algumas variações sobre o olhar tradicional do vestuário, foi principalmente o conservador, mas elegante, com rosa, branco e preto, a opção mais popular.

Outras pessoas estão lendo

História

Grande parte das roupas femininas dos anos 50 foi resultado de estilos simplistas, oriundos da guerra do final da década de 1940, sendo ele tradicional e conservador, com saias longas no estilo lápis combinadas com blusas de cores claras. A introdução do rock and roll e adolescentes cada vez mais ativos socialmente fizeram com que se repensasse a moda dos trajes de 1940. As jovens mulheres procuraram por roupas mais estilosas e vivas, mas sempre procurando agradar aos pais e adultos. As mulheres mais velhas permaneceram conservadoras, com vestidos longos e capris coloridas, usadas dentro e fora de casa, sentindo-se mais confortável do que na década passada.

Identificação

Uma forma de identificar trajes da época de 1950 é pelas saias longas. Estas saias eram normalmente feitas de lã ou tecidos mais pesados e eram usadas durante o ano todo, mesmo no verão. Para as mais jovens, as saias longas e rodadas eram populares. Vestidos lisos ou com detalhes florais eram usados um pouco abaixo do joelho e com cintos na cintura. Calças apertadas com salto e jaquetas pequenas eram consideradas roupas ousadas, mas foram popularizadas com as adolescentes. Meias curtas e delicadas com sapatos de tira eram populares entre os jovens.

Importância

Com o estilo de roupa dos anos 50, as mulheres mostravam sua feminilidade e independência, ao contrário das mulheres da década de 1940. Elas foram à procura de maneiras para se sentirem melhores. Com o surgimento do rock and roll, muitas delas descobriram que as roupas podiam mostrar o lado mais divertido e romântico de sua personalidade. A maioria do vestuário da época era conservador o suficiente para a Igreja e funções sociais, bem como suficientemente versátil para bailes e festas sem grandes mudanças na essência.

Outras características

As crinolinas ou enchimentos de saias deram volume às saias e vestidos longos. Eram muitas vezes feitas de malha e barbatanas para deixar a silhueta mais feminina, o que era a finalidade de todas as mulheres. Para as donas de casa e mulheres mais velhas, a mais usada era a saia lápis. O espartilho era usado, muitas vezes, para deixá-las mais magras. Vestidos formais deram chance às mulheres mais novas para se parecerem como princesas, acentuando a parte de cima do corpo. Os lenços foram usados com blusas para incrementar o look. O óculos gatinho foi outro acessório muito procurado.

Tipos

Havia três tipos básicos de trajes femininos nos anos 50: conservador, divertido e ousado. O visual conservador consistia em saias lápis, blusas feitas de algodão ou seda com sapatos de salto e vestidos acentuados por cintos na cintura. Este tipo foi usado ​​por donas de casa e mulheres mais velhas em encontros sociais, ou outros eventos externos. As roupas divertidas consistiam em saias rodadas, sapatos bicolores e camisas de manga curta, muitas vezes destacado por lenços e fitas no cabelo. Muitas adolescentes usavam as jaquetas letterman de seus namorados - um acessório de moda para as meninas que era usado por meninos que praticavam esportes. Era popular entre as adolescentes e mulheres jovens, tanto para a escola quanto para eventos sociais da escola. O look ousado consistia em calças capri, saltos e camisas apertadas, combinando com jaquetas curtas, usado por mulheres jovens e donas de casa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível