Os segmentos da tênia adulta

Escrito por john smith | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os segmentos da tênia adulta
Os segmentos da tênia adulta (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Solitária é o nome comumente dado a uma classe de platelmintos parasitas que habitam o trato digestivo dos vertebrados. Eles podem ser encontrados em animais de estimação, como cães e gatos, como também em gado e, por vezes, em seres humanos. Dependendo da espécie, os vermes podem crescer a partir de alguns centímetros até 12 metros de comprimento. Uma tênia adulta tem dois segmentos principais, o escólex e o estróbilo.

Outras pessoas estão lendo

Escólex

O escólex é a cabeça da tênia. Dependendo da espécie, ele pode ter ventosas, ganchos ou dentes que são utilizados para fixar o parasita à parede do intestino do hospedeiro. O centro nervoso principal encontra-se no escólex e é conhecido como gânglio. A cabeça está ligada ao pescoço, onde novos segmentos chamados proglotes crescem. Eles empurram os segmentos mais velhos em direção à cauda.

Estróbilo

O corpo de uma tênia se assemelha a um pedaço fino de fita. Ele é constituído por vários segmentos independentes, conhecidos como proglotes, que são coletivamente chamados de estróbilo. A tênia absorve os nutrientes dos alimentos consumidos pelo hospedeiro através da membrana. Alguns platelmintos usam as células-flama, uma célula excretora especializada que funciona de forma semelhante a um rim para remover resíduos e que estão localizadas em cada segmento do estróbilo.

Proglotes

As proglotes da tênia são idênticas. Elas contêm, cada uma, ambos os tratos reprodutores masculino e feminino, bem como um sistema digestivo. A proglote fecunda e produz os ovos do parasita. Conforme a tênia cresce, os segmentos mais velhos são movidos para o fim do estróbilo, empurrados pelos novos segmentos que crescem a partir do pescoço. Até que atinjam a cauda, eles são, simplesmente, sacos de ovos. Em seguida, são destacados e excretados pelo hospedeiro.

Infecção

Embora a infecção por tênia não costume ocasionar dor, algumas pessoas apresentam diarreia, desconforto abdominal superior e perda de apetite. Pode-se reconhecer uma infecção por tênia através do exame das fezes. As proglotes podem ser encontradas nas fezes de um hospedeiro infectado. Elas aparecem como vermes brancos e podem se mover. Os medicamentos orais niclosamida, praziquantel ou albendazol podem ser tomados pelos seres humanos. Em caso de animais de estimação, consulte o veterinário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível