Semelhanças entre a economia clássica e a keynesiana

Escrito por john willis | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Semelhanças entre a economia clássica e a keynesiana
Adam Smith, o "pai do capitalismo" (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

As teorias da economia keynesiana, criadas por John Maynard Keynes, são construídas sobre a economia clássica, por sua vez, fundada nas teorias de Adam Smith, frequentemente conhecido como o "pai do capitalismo." Embora Keynes difira de Smith, ele e quase todos os filósofos de economia que seguiram Smith, concordam com alguns dos princípios básicos desse pensador. Mesmo os filósofos de economia que discordam da moralidade do mercado livre, tendem a concordar com a realidade da dinâmica desse mercado. Para entender as semelhanças entre a economia keynesiana e a clássica, é importante entender a base de cada uma delas e a sua relação uma com a outra.

Outras pessoas estão lendo

Economia clássica: Adam Smith

Adam Smith é considerado o pai da economia do "laissez-faire." O filósofo do século XVIII escreveu sobre a "mão invisível," ou o efeito do interesse próprio na economia. A teoria de Smith diz que a busca individual do interesse próprio é boa para a sociedade. Em 1776, Smith publicou sua obra mais notável, "A riqueza das nações."

Keynes

Keynes é amplamente visto como o mais influente economista do século XX, em virtude da aplicação das suas teorias em resposta à Grande Depressão. Suas teorias endossam a intervenção do governo na livre economia para estimular a demanda de bens e serviços. O propósito da intervenção governamental, para Keynes, era o de estabilizar preços e conseguir emprego pleno, fazendo com que cidadãos bem intencionados e capazes pudessem encontrar trabalho.

Adam Smith: um tijolo de construção

Keynes não discorda de Adam Smith; ele expande a teoria de Smith. Keynes e Smith são ambos capitalistas, e concordam com os fundamentos básicos do capitalismo, de que um mercado livre é um meio eficiente de alocar recursos.

Anomalias no mercado livre

Keynes, assim como outros economistas, como Milton Friedman, que concordam com a intervenção no lado do suprimento, está prescrevendo soluções para anomalias no mercado livre. Keynes se dirige para a maneira de reparar e redirecionar um mercado livre que se desvia do curso. Adam Smith, sendo um pioneiro em filosofia da economia, não estava considerando anomalias nos mercados livres; ele estava definindo mercados livres. Filósofos capitalistas subsequentes, como Keynes e Friedman, explicaram os detalhes e os embargos das teorias de Smith.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível