Sídrome de dumping pós-gastrectomia

Escrito por j.d. wollf | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sídrome de dumping pós-gastrectomia
A gastrectomia é a remoção de parte ou de todo o estômago (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

A gastrectomia — remoção de parte ou de todo o estômago — geralmente é feita por uma questão de risco de morte, como em casos de luta contra o câncer ou a eliminação de grandes quantidades de excesso de peso. Embora os benefícios do processo sejam óbvios, eles vêm com efeitos colaterais. Uma delas é a síndrome de dumping, uma reação desagradável que ocorre depois que um paciente de gastrectomia se alimenta. Embora não haja nenhum tratamento real durante um episódio de "dumping", existem maneiras de diminuir a frequência de ocorrência da condição.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

A síndrome de dumping é uma coleção de sintomas gastrointestinais, entre outros, que se desenvolvem depois que uma pessoa come. Esses sintomas geralmente vêm logo após a ingestão de alimentos, mas, em alguns casos, ocorrem algumas horas após um lanche ou refeição. A maioria das pessoas que sofrem com essa síndrome foi submetida a algum tipo de cirurgia que retira parte do estômago ou o reorienta, como uma gastrectomia (retirada do estômago) ou a cirurgia bariátrica Roux-en-Y (que redireciona o sistema digestivo de modo que o estômago fica menor).

Sintomas

O que acontece quando ocorre o dumping? Os sintomas são principalmente gastrointestinais, quando desenvolvem-se durante ou logo após uma alimentação — inchaço, arrotos, náuseas, cólicas, vômitos e diarreia são comuns. Os sintomas não-gastrointestinais podem incluir tontura, sensação de cansaço e batimentos cardíacos acelerados. Se o dumping ocorre algumas horas após uma refeição, os sintomas incluem tonturas, fadiga, sudorese, taquicardia e tremores, bem como sintomas emocionais como forte ansiedade e medo. Os sintomas graves incluem confusão mental e desmaios, e também pode ocorrer diarreia. Algumas pessoas apresentam os dois tipos de sintomas (logo após ou algum tempo depois de uma refeição) ao longo de um período de tempo e eles podem ir de leves a graves.

Causa

Por que o corpo reage à comida de uma forma tão dramática? Na grande maioria dos casos de dumping, é porque o estômago, agora menor, está enviando muita comida parcialmente digerida para o intestino delgado de uma só vez. A extremidade superior do intestino delgado incha, provocando dor e conduzindo a água para o intestino delgado, causando diarreia. Além disso, o pâncreas reage ao influxo de alimentos através do envio de uma onda do hormônio insulina. Essa insulina extra faz com que os níveis de açúcar no sangue caiam, causando a hipoglicemia.

Mudanças de estilo de vida

A melhor maneira de evitar o dumping é evitar alimentos que provocam a condição. Se você percebeu que certos alimentos desencadeou um episódio da síndrome, coloque-os em uma lista para evitá-los (ou pelo menos tenha consciência do que vai acontecer quando você comê-los). Os alimentos açucarados tendem a provocar os sintomas, então fique longe de açúcares simples, tais como xarope de alta frutose de milho, sacarose, frutose e dextrose. Coma proteína em todas as suas refeições. Beba água ao longo do dia, em pequenos goles, o que ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue estáveis.

Outros tratamentos

Se você sofre de síndrome de dumping grave, o seu médico pode prescrever certos medicamentos que devem retardar o movimento do alimento através do sistema digestivo. O precose, um medicamento que retarda a absorção de carboidratos, geralmente é dado a pessoas que sofrem de dumping devido à diabete tipo 2. O sandostatin é um remédio antidiarreico injetável que retarda os movimentos dos intestinos. Esse medicamento pode causar outros efeitos colaterais gastrointestinais ruins, como a flatulência, distensão abdominal, fezes grandes e diarreia. Em casos muito graves da síndrome, uma cirurgia reparadora pode ser realizada no estômago.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível