Síndrome da mulher maltratada

Escrito por russell huebsch | Traduzido por marina pastore
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Síndrome da mulher maltratada
Mulheres em relacionamentos abusivos podem sofrer da síndrome da mulher maltratada (Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Se você lê colunas de conselhos sobre relacionamentos ou livros de psicologia, você já pode ter visto o termo "síndrome da mulher maltratada". Uma pessoa comum pode se perguntar como este tipo de relação poderia existir em épocas mais progressivas. Até recentemente na história humana, a "criação de esposas" não era considerada incomum. Conhecer a história e os sintomas das "esposas maltratadas" é o primeiro passo para atingir alguma solução.

Outras pessoas estão lendo

Histórico

A violência conjugal não é uma tendência recente; as sociedades toleraram e até encorajaram o homem a maltratar sua esposa. A palavra "família" tem uma raiz latina que significa "um grupo de escravos pertencentes a um indivíduo". Culturas antigas consideravam as mulheres como propriedade dos homens. As leis inglesas chegavam ao ponto de legalizar a violência doméstica como punição por "mau comportamento".

O que é SMM?

Alguns médicos debatem sobre o que exatamente constitui a síndrome da mulher maltratada. A comunidade médica em geral concorda que ela consiste em uma esposa ou parceira que se mantém num relacionamento, apesar da ocorrência de abusos físicos ou emocionais. O ponto em que a violência conjugal cria o distúrbio chamado de "síndrome da mulher maltratada" continua aberto a interpretações.

Sintomas gerais da SMM

A síndrome da mulher maltratada geralmente precisa ocorrer frequentemente durante um período de tempo significativo. A vítima, sobretudo a mulher, na maioria dos casos, começa a acreditar que ela é a causa do abuso e não consegue encontrar outra explicação. Esposas maltratadas frequentemente vêm de uma criação violenta e se casam muito jovens para escapar desta vida. As esposas muitas vezes tomam antidepressivos para lidar com o abuso. Pânico e ansiedade são reações típicas à violência doméstica. A síndrome da mulher maltratada pode incluir apenas alguns, ou mesmo nenhum destes sintomas.

Diagnóstico

De acordo com um relatório do Canadian Medical Association Journal, os médicos muito raramente fazem um diagnóstico correto de SMM; isto é causado tanto pela paciente quanto pelo médico. As pacientes muitas vezes simplesmente reclamam para o médico de problemas físicos, ao invés de reportar a ocorrência de violência doméstica. Por outro lado, médicos de cuidados primários frequentemente ignoram questões de relacionamento, e alguns nem mesmo querem lidar com um problema como a violência conjugal.

SMM em casos de custódia

A maioria dos estados considera a presença de violência doméstica ao tomar decisões em disputas de custódia. Os tribunais tendem a acreditar que testemunhar violência doméstica em um relacionamento poderia potencialmente prejudicar o estado mental da criança ou distorcer sua visão de um relacionamento adequado na vida adulta. Muito frequentemente os agressores relatam que cometem violência doméstica por terem-na sofrido durante suas próprias infâncias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível