Sintomas de tumor cerebral de hipófise

Escrito por cl hendricks | Traduzido por wladimir d. uszacki
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A glândula pituitária - ou hipófise -, no cérebro, controla os principais hormônios necessários do corpo. Do tamanho de uma ervilha, é geralmente chamada de "glândula mestre" já que diz às outras glândulas quanto hormônio produzir. Mesmo que a maioria dos tumores de hipófise sejam benignos, alguns podem crescer muito e pressionar tanto a hipófise quanto as partes mais próximas do cérebro. Outros tumores da glândula pituitária podem afetar a produção de hormônios, o que tem um impacto significante no corpo. Reconhecer os sintomas é vital para um diagnóstico precoce e tratamento bem sucedido.

Outras pessoas estão lendo

Tipos de tumores de hipófise

Tumores de hipófise são separados em duas categorias. A primeira é um tumor secretor, que também é considerado um tumor funcional. Esse tipo de tumor é responsável pela superprodução de hormônios. O segundo tipo é chamado de tumor não secretor, e geralmente causa problemas devido ao seu tamanho. Um tumor não secretor causa pressão no cérebro. Ambos os tipos de tumores podem ser difíceis de serem diagnosticados, pois os sintomas não são consistentes de pessoa para pessoa.

Sintomas de tumores secretores

Um tipo de tumor secretor estimula a glândula adrenal, fazendo-a produzir muito cortisol, causando fraqueza muscular, ganho de peso e arredondamento facial. Outro causa o excesso de produção do hormônio do crescimento, causando aumento dos pés e mãos, excesso de suor e problemas cardíacos. Alguns tumores aumentam a produção de prolactina, que reduz o estrogênio e testosterona em homens e mulheres. Mulheres não grávidas podem produzir leite nos seios, enquanto homens podem sofrer de infertilidade, impotência e crescimento das mamas. Outros tumores produzem muito hormônio estimulante da tireoide, causando hipertireoidismo, que causa batimento muito rápido do coração, nervosismo e perda de peso súbita.

Sintomas de tumores não secretores

Esse tipo de tumor é relacionado ao tamanho. Enquanto cresce, ele vai pressionando a glândula pituitária e as áreas próximas do cérebro. A hipófise pode parar de produzir hormônios o suficiente e causar hipopituitarismo. Sintomas incluem perda de peso, excesso de urina e sede, náusea e cansaço. Alguns tumores pressionam o nervo óptico e causam perda de visão, náusea e dores de cabeça.

Causas

As causas dos tumores de hipófise são desconhecidas, mas uma pequena porcentagem parece ser hereditária. Acredita-se que uma doença chamada neoplasia endócrina múltipla possa ter relação. Esse problema é herdado e afeta várias glândulas endócrinas como a tireoide, pâncreas, paratireoide, glândulas adrenais e a pituitária. Outra doença hereditária que possivelmente aumenta as chances de tumores de hipófise é o complexo de Carney. Essa é uma doença hereditária rara que causa tumores nas glândulas endócrinas, coração, nervos e pele.

Tratamento

O tratamento depende do tamanho e tipo de tumor, se está criando hormônios, se espalhou pelo cérebro ou se há problemas de visão. Cirurgia é geralmente recomendada para remover o tumor se estiver causando problemas de visão devido à pressão no nervo óptico. Terapia de radiação também é utilizada após a cirurgia ou como tratamento principal. Medicamentos prescritos incluem cabergolina (Dostinex) e bromocriptina (Parlodel), que podem encolher certos tumores e bloquear a produção excessiva de hormônios.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível