Mais
×

Sobre pontos de ferrugem no pé de gerânio

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Áreas que aparentam estar claramente "enferrujadas" nas folhas do gerânio costumam ser causadas pelo fungo Puccinia Pelargonii-zonalis. Essa doença, conhecida como ferrugem do gerânio, só causa problemas na espécie Pelargonium x hortaruma, ou seja, o gerânio comum, vendido em floriculturas; as variedades de cheiro, Martha Washington, pendente e selvagem são resistentes à ferrugem do gerânio. A identificação correta e precoce da ferrugem e um tratamento cuidadoso podem ajudar a controlar esse patógeno.

A ferrugem do gerânio faz com que o gerânio comum desenvolva pontos e anéis com cor de ferrugem (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Identificação da Ferrugem do Gerânio

No início, a ferrugem aparece no gerânio como pequenos pontos amarelos na parte inferior das folhas, aumentando de tamanho rapidamente e se transformando em pústulas marrom-ferrugem cheias de esporos. Anéis irregulares e concêntricos de pústulas cor de ferrugem se formam ao redor do foco original. Pequenos pontos amarelos passam a aparecer do lado oposto ao das pústulas, na parte superior das folhas, mas não costumam desenvolver anéis. Os pontos na parte superior da folha ficam marrons conforme a doença progride; folhas muito infectadas tornam-se amarelas, secam e caem, o que normalmente leva à perda total da folhagem do gerânio.

Sobre o fungo

O fungo Puccinia Pelargonii-zonalis continua a existir nas plantas infectadas como esporos amarelo-amarronzados. Esses esporos, conhecidos como uredósporos, são dispersados pelo vento, água, detritos, mãos ou ferramentas infectados. Os esporos germinam melhor em ambientes úmidos e frescos; a germinação e a formação de esporos acontece em temperaturas acima de 27 ºC. Os esporos germinam na umidade e penetram nas folhas do gerânio através dos estomas da planta. A aparição dos esporos demora de sete a 10 dias para ocorrer. Depois de mais sete a nove dias, as pústulas liberam esporos, que continuam vivos por até 12 semanas após a liberação.

Controle da Ferrugem do Gerânio

Para prevenir e controlar a ferrugem do gerânio, inspecione cuidadosamente as plantas antes de comprá-las. Caso seja necessário, faça melhoramentos para garantir a boa drenagem do solo. Evite irrigar a planta por cima, assim como as condições úmidas e frescas que favorecem o aparecimento dos fungos. Remova as folhas infectadas diariamente e destrua os detritos. Remova e destrua plantas muito infectadas. Certifique-se de que há espaço suficiente entre as plantas para garantir ampla circulação de ar. Se for necessário, há diversos fungicidas que podem ser aplicados para controlar ou prevenir a doença.

Outros problemas com manchas nas folhas

Uma série de outras doenças causadas por bactérias, fungos, vírus ou condições climáticas podem levar ao desenvolvimento de manchas nas folhas do gerânio, mas nem todas essas manchas podem ser caracterizadas pela cor de ferrugem. Essas doenças incluem a podridão cinzenta, manchas em folhas causadas pela bactéria Xanthomonas campestris, vírus da mancha necrótica de Impatiens, vírus do vira-cabeça do tomateiro, manchas em folhas por Alternaria, cercosporiose e edemas.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article