Tipos de tumores de pulmão benignos

Escrito por laura dixon | Traduzido por josciel sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de tumores de pulmão benignos
Muitos tumores de pulmão são benignos (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Os tumores pulmonares benignos são classificados em diferentes grupos, mas todos são massas não-cancerosas que podem ser removidas cirurgicamente. Apesar desses nódulos não serem câncer, eles devem ser examinados por um profissional médico para garantir que não existe nenhuma lesão potencialmente maligna presente nos pulmões.

Apesar desses tumores raramente serem uma ameaça à vida do paciente, eles podem causar sintomas prejudiciais e doenças e devem ser manejados com seriedade.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Três tipos primários de tumores benignos são encontrados nos pulmões.

Os hamartomas são responsáveis por 75% dos tumores benignos de pulmão, sendo assim o tipo mais comum. Apesar de poderem ocorrer em crianças, a maioria desses são encontrados em adultos e se localizam nas bordas dos pulmões.

Os adenomas brônquicos respondem por metade de todos os tumores pulmonares benignos. Esse termo também inclui tumores carcinoides e carcinomas muco-epidermoides, ambos dos quais são na verdade tumores malignos de baixo nível.

Os adenomas de glândulas mucosas são o terceiro tipo principal de tumor benigno de pulmão e são completamente livres de malignidade, encontrados nos broncos principais ou em brônquios menores.

Identificação

Independente do tipo, a maioria dos tumores benignos do pulmão aparecem na periferia externa do pulmão. Esses nódulos não fatais também podem ser encontrados dentro da árvore traqueobrônquica localizada centralmente nos pulmões.

O tipo mais comum de tumor benigno de pulmão, os hamartomas, ocorrem na periferia dos pulmões e são geralmente compostos de gordura, cartilagem e tecido celular epitelial. Eles são massas firmes semelhantes a mármore.

Os adenomas brônquicos brotam das glândulas mucosas e dos ductos traqueais e são identificados pela sua habilidade de se espalhar muito lentamente, já que eles são na verdade tumores malignos de baixo grau.

Encontrados tanto nos brônquios principais e locais, os adenomas de glândulas mucosas têm aparência colunar e algumas vezes têm o formato de pequenos cogumelos.

Idade

O paciente médio diagnosticado com tumor benigno de pulmão tem entre 45 e 50 anos de idade e a incidência de hamartoma tem um pico em pacientes entre 50 e 60 anos.

Entretanto, uma parcela de seis por cento dos tumores benignos de pulmão comuns foram encontradas em pacientes com menos de 30 anos de idade. Esses casos são muito raros entre crianças e adolescentes.

Considerações

Os médicos podem optar por realizar cirurgia para remover os tumores benignos de pulmão, e eles fazem isso primariamente para garantir que não existam lesões potencialmente nocivas nos pulmões. Massas livres de malignidade também são frequentemente removidas em casos nos quais elas provocam sintomas problemáticos, com pneumonia ou colapso de tecido pulmonar.

Alerta

A detecção dos sintomas dos tumores benignos de pulmão é crucial para levar ao seu diagnóstico e remoção, e incluem uma variedade de sintomas como tosse persistente e chiado, falta de ar, tosse com sangue, febre ou um som ruidoso nos pulmões.

Apesar dos tumores não cancerosos de pulmão geralmente não colocarem em risco a saúde do paciente, alguns podem obstruir os pulmões, propiciando à pneumonia, colapso de tecido pulmonar e dificuldade respiratória.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível