Como tratar o transtorno da personalidade antissocial

Escrito por ehow contributor | Traduzido por ana rodrigues
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como tratar o transtorno da personalidade antissocial
Trate o transtorno de personalidade antissocial

Um transtorno de personalidade antissocial é marcado por um comportamento que visa impugnar ou violar as normas da sociedade, especialmente, mostrando desrespeito aos direitos e a privacidade dos outros. Na verdade, os indivíduos com essa doença são muitas vezes vistos como criminosos, e, como resultado, não podem receber o tratamento adequado. Através de um programa especializado de psicoterapia individualizada e terapia de grupo, você pode efetivamente tratar um transtorno de personalidade antissocial. Leia sobre para obter mais detalhes.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Medicamentos de prescrição médica
  • Psiquiatra ou psicólogo

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Determine se os sintomas mais comuns de um transtorno de personalidade antissocial estão presentes. Estes podem incluir a falta de remorso por ferir os sentimentos ou violar os direitos dos outros, padrões excessivos de irritabilidade, imprudência, mentira, falsidade e vontade de desafiar e violar as normas da sociedade em uma base regular.

  2. 2

    Obtenha um bom diagnóstico de um transtorno de personalidade antissocial de um profissional de saúde mental qualificado, como um psiquiatra ou psicólogo. Note que o diagnóstico de uma desordem de personalidade antissocial pode ser mais difícil do que com outros tipos de perturbações da personalidade, uma vez que o paciente raramente coopera durante o processo e, geralmente, também é desonesto.

  3. 3

    Trate uma desordem de personalidade antissocial através da utilização da psicoterapia individualizada, a fim de determinar as causas da doença. Muitas vezes, uma pessoa que é diagnosticada com o transtorno é forçado a fazê-lo sob a égide de um tribunal ou médico, e provavelmente não será muito cooperante no início. Motivar o indivíduo, enfatizando os resultados positivos que podem obter por serem cooperativos é geralmente a melhor estratégia para a terapia.

  4. 4

    Considere o uso de medicamentos de prescrição para o tratamento de um distúrbio de personalidade antissocial. Embora não haja provas para apoiar que essa terapia medicamentosa pode curar a doença, pode ser útil para reduzir ou eliminar as oscilações de humor que normalmente acompanham os casos mais graves.

  5. 5

    Use terapia de grupo para o tratamento de um distúrbio de personalidade antissocial. Tome o cuidado de incluir apenas os outros que têm os mesmos tipos de transtorno de personalidade para reduzir a possibilidade de confrontos agressivos ou até mesmo violentos. Por outro lado, é importante restringir as discussões de modo que comportamentos criminosos não sejam reforçados pela troca de informação inadequada entre os membros do grupo.

Dicas & Advertências

  • Enquanto apenas os adultos podem ser diagnosticados como tendo um transtorno de personalidade antissocial, os padrões de comportamento geralmente podem ser rastreados até a adolescência.
  • O transtorno de personalidade antissocial pode levar a um comportamento violento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível