Tumores benignos no pescoço

Escrito por kimberly hawthorne | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tumores benignos no pescoço
Nem todos os tumores são malignos (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Um tumor é uma massa anormal de tecido que pode ser benigna ou maligna. Os do tipo benigno algumas vezes podem ser ignorados, reduzidos de tamanho ou removidos. O crescimento de uma massa de tecido é o resultado da multiplicação progressiva da célula que não tem nenhuma função fisiológica, tal como o neoplasma. Muitos tumores não são feitos de células cancerosas.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Um tumor benigno misto é a lesão mais comum da glândula parótida em adultos, que se localiza na boca, na garganta e nas regiões adjacentes. O tumor de Warthin (cistadenoma papilar linfomatoso) ocorre com mais frequência na extremidade final da cauda da glândula parótida de indivíduos homens, caucasianos e de meia idade. De acordo com o Dr. Robert L. Hatch, o tumor de Warthin é a única neoplasia benigna associado ao tabagismo.

O tumor benigno do pescoço mais comum em crianças é o hemangioma, que é a neoplasia dos vasos sanguíneos e não apresentam risco de vida. O Dr. Richard J. Antaya afirma que essa condição começa no terceiro trimestre de gestação e, em 30% dos casos, está presentes no nascimento. Os outros 70% se desenvolverão nas primeiras semanas de vida. A incidência de um hemangioma se tornar maligno é extremamente rara.

Um lipoma é um tumor benigno comum do tecido adiposo, que pode ocorrer em qualquer parte do corpo e, na maioria das vezes, está localizado sob a pele. As neoplasias benignas do nervo, como os neurogibromas, schwannomas e neuromas, ocorrem mais frequentemente na parte superior do braço e do pescoço. Embora se desenvolvam como neoplasias benignas, se não tratados, podem se tornar malignos.

Descoberta

Na maioria dos casos, quando a massa é benigna não existe nenhum sintoma. A forma mais comum de se descobrir a existência de um nódulo é durante o banho, descoberto durante a lavagem, quando a pessoa se barbeia ou coça uma parte do corpo. Na maioria das vezes, um exame clínico pode revelar uma massa única, sólida e que não fica macia quando é pressionada.

Diagnóstico

A tomografia computadorizada é o exame que oferece quase 100% de precisão na detecção de uma massa de glândula, mas não consegue distinguir entre os tipos benigno e maligno e é mais usada para determinar o tamanho e a extensão de um tumor. Um exame de ressonância magnética fornece um contraste maior do que a tomografia computadorizada, por isso, é a melhor opção para detectar tumores benignos. Uma punção aspirativa por agulha fina é recomendável para a biópsia, porque uma biópsia com incisão normalmente leva à disseminação de tumores benignos.

Tratamento

O tratamento comum é uma excisão completa do tumor com uma margem de tecido circundante, juntamente com a dissecação do nervo facial, quando necessário. A remoção do tumor é geralmente curativa para todas as lesões benignas.

Complicações

Embora alguns hemangiomas nas crianças possam desaparecer sem que seja necessário um tratamento, em alguns casos os resultados de uma excisão de um hemangioma do tumor parótido podem exigir vários enxertos para reparar danos aos tecidos moles, dependendo do tamanho e da localização da neoplasia. A complicação mais comum é a lesão do nervo facial.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível