Vantagens e desvantagens do custeio com base na atividade

Escrito por rose johnson | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Vantagens e desvantagens do custeio com base na atividade
O custeio baseado nas atividades identifica os produtos mais rentáveis de uma empresa (John Foxx/Stockbyte/Getty Images)

O custeio baseado nas atividades é um sistema de contabilidade gerencial que divide os produtos de uma empresa em atividades essenciais e atribui custos a elas. Diferentemente, o modo tradicional de fazer esse cálculo atribui os custos com base nas horas de faturamento das máquinas. Definir o custo dos produtos baseado na atividade tem se tornado um método cada vez mais popular, à medida que os custos de produção aumentam dentro das empresas. Esse sistema oferece vantagens e desvantagens e sua implementação depende do tamanho, dos produtos, dos serviços e do orçamento da empresa.

Outras pessoas estão lendo

Atribuindo custos mais precisos

O custeio baseado nas atividades divide os produtos em atividades e, depois que elas são concluídas, atribui todos os custos associados a elas. Isso permite uma visão mais precisa do custo de um determinado produto. Ele mostra a relação direta entre as atividades, os custos e os produtos. Esse sistema de cálculo atribui às atividades os custos de produção e de não produção. Ele também elimina o processo de fixar aos produtos um custo não relacionado à fabricação. As despesas gerais associadas com as atividades também são mostradas com mais precisão.

Elaborando o orçamento

Definir o custo com base nas atividades permite que a gerência crie de forma mais eficaz os orçamentos, mostrando nitidamente a relação entre os custos e a produção dos serviços para diferentes níveis. Esse sistema mostra de forma clara as despesas gerais de uma companhia e, dessa forma, a gerência é capaz de elaborar um orçamento de acordo com elas. Definir o orçamento de acordo com esse método pode substituir o modo tradicional de elaboração, que se baseia exclusivamente nas despesas de uma empresa. Orçamento é um aspecto importante dentro de uma organização, porque a alocação de recursos é realizada baseada nele.

Implementação cara

A implementação de um sistema de custeio baseado nas atividades é mais cara do que a de um sistema tradicional. Além da implementação, os custos para manter o método também são elevados, pois as companhias devem treinar os funcionários em como utilizá-lo. Essas são as principais desvantagens para muitas empresas de pequeno porte que não têm vários serviços, produtos ou recursos. Até mesmo algumas empresas grandes abandonam o modelo por causa dos altos custos associados a ele.

Em conformidade com o GAAP

O custeio baseado nas atividades não está em conformidade com os princípios de contabilidade geralmente aceitos (GAAP), o que significa que as empresas precisam implementar outro sistema de custeio além desse. O GAAP requer que os relatórios externos de uma empresa contenham todos os custos de fabricação. Esse sistema não inclui todos os custos de produção e inclui outros custos, tais como os de produto. É possível para as empresas ajustar suas informações de custo baseado nas atividades para estarem em conformidade com o GAAP, mas, para isso, é preciso realizar um trabalho extra. Algumas empresas não acreditam que o trabalho adicional exigido seja rentável e, por essa razão, usam outro sistema de custeio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível