Vantagens e desvantagens da policultura

Escrito por mark fitzpatrick | Traduzido por d. silva
Vantagens e desvantagens da policultura
A policultura pode economizar o tempo e o dinheiro do agricultor (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

A policultura é um método agrícola também conhecido como cultivo misto. Ao adotar a policultura, o agricultor dedica as terras agrícolas ao plantio de várias culturas ou à criação de diversos animais ao mesmo tempo. Esse método pode ser utilizado em uma fazenda com plantações ou em um simples jardim. Ele tem muitas vantagens, bem como desvantagens, quando é aplicado.

Economia de recursos

Antes da policultura, a maior parte da agricultura era monoculturista, ou seja, um lote de terreno era dedicado a um único cultivo. Por exemplo, o milho somente era cultivado com as culturas de milho e tomate na cultura de tomates. O problema com esse sistema é que, muitas vezes, o agricultor precisa de grandes quantidades de terra para separar as culturas. O agricultor também precisa de um sistema de irrigação muito mais complexo para alimentar as culturas com água ao longo de uma extensão maior de terra. Com a policultura, um lote de terreno tem todas as culturas em um só lugar. Um agricultor pode ter uma unidade menor de terreno com a mesma produção de culturas e ter um sistema de irrigação mais eficiente.

Competição de plantas

Quando o solo é utilizado para o cultivo de várias culturas, as plantas tendem a crescer mais fortalecidas. Isso pode parecer um contrassenso, já que é possível argumentar que os nutrientes estão sendo consumidos mais rapidamente por um número maior de plantas. Entretanto, elas se envolvem em uma espécie de competição sobre o solo. As raízes das plantas e legumes tendem a crescer mais grossas e tomam um espaço maior do solo, tentando incorporar tanta terra quanto possível. Isso permite que as plantas cresçam mais e alcancem um rendimento maior. Com mais plantas próximas umas das outras, os seus sistemas imunológicos também são fortalecidos. Estudos têm mostrado que as plantas que crescem próximas de outras espécies de plantas são capazes de combater as bactérias mais rapidamente do que as plantas cultivadas em terrenos monoculturistas.

Questões de controle

A desvantagem central da policultura é a grande quantidade de questões de controle que um fazendeiro enfrenta sobre os cultivos. Ao contrário de um único pedaço de terra onde uma única cultura seria cultivada, a policultura representa um pedaço de terra onde várias plantas são fertilizadas. O resultado, no entanto, é que o agricultor precisa trabalhar em um espaço mais compacto, com vários tipos de plantas de uma só vez. Um fazendeiro poderia ter somente um plantio de tomate como uma monocultura e saber somente como trabalhar com esse tipo de cultivo. Mas, com uma parcela de terreno de cultivo misto, o agricultor precisa lidar com as necessidades especiais de cada planta dentro da parcela única terra.

Equipamento

Algumas policulturas exigem um investimento em equipamentos específicos para o gerenciamento do lote de terra. Isso pode ser mais visto na aplicação da policultura com explorações piscícolas, mas também poderia ser aplicado na policultura agrícola. Basicamente, um agricultor precisa investir no tempo e na infraestrutura para alcançar um terreno de policultura produtivo. O terreno precisa ser grande o suficiente, ter um sistema de irrigação adequado para o número de plantas cultivadas e produtos físicos ou químicos são necessários para ajudar a sustentá-las. Por exemplo, se duas espécies de culturas serão cultivadas uma contra a outra e minarão os recursos uma da outra, o agricultor precisa plantar os cultivos longes o suficiente um do outro ou utilizar algum tipo de separador de raízes no solo. De qualquer maneira, o planejamento demorado e a possível necessidade de aquisição de equipamentos são uma desvantagem da policultura.