Mais
×

Interdependência entre plantas e animais

Atualizado em 21 novembro, 2016

Você já deve ter notado que onde há plantas, há animais. A relação entre os dois tem se desenvolvido ao longo de milhões de anos, sendo que eles são tão integrados que dependem uns dos outros para sobreviver.

Flores se desenvolveram de forma a atrair animais, que as polinizam (flowers image by pearlguy from Fotolia.com)

Interdependência

Plantas e animais têm relações mutualmente benéficas tão nítidas que alguns cientistas acreditam que eles têm um ancestral comum. O Dr. D. T. MacDougal, professor pesquisador em botânica no Instituto Carnegie de Washington, sugeriu em um artigo do New York Times, no início do século XX, que plantas e animais emergiram do mesmo protoplasma, ou matéria auto-generativa, e depois se separaram evolutivamente, cada um se adaptando a ambientes diferentes.

Meio ambiente

De acordo com o Dr. Jack Hall, as plantas saíram do mar e vieram para a terra 460 milhões de anos atrás, e foi isso que abriu o caminho para que os animais fizessem o mesmo. Ao fornecerem comida, abrigo e a conversão de dióxido de carbono em oxigênio, as plantas tornaram possível a sobrevivência dos animais fora do oceano.

Nutrição

Plantas e animais têm uma relação de milhões de anos, e assim como as plantas possibilitaram a sobrevivência dos animais em terra, os animais também contribuíram para a sobrevivência das plantas ao fornecerem fertilização através das fezes e da decomposição. Os animais também ajudaram as plantas no fornecimento de dióxido de carbono, que elas utilizam como energia.

Evolução

As plantas e animais evoluíram para se ajudar mutualmente. Como as flores representam um consumo exagerado nos recursos das plantas, os cientistas da Universidade da Flórida e da Universidade Jilin acreditam que as flores se desenvolveram para atrair animais e insetos para perto das plantas. Se um animal ou inseto encosta na na flor, o pólen dessa flor é carregado de uma planta para outra. Antes das flores existirem e atraírem animais e insetos, as plantas eram ineficientes em termos de polinização, pois só podiam contar com o vento na transmissão do pólen para outras plantas.

Animais também se desenvolveram de tal forma a se beneficiar das plantas. Ao desenvolver a habilidade de digerir tanto plantas como animais, várias espécies de animais puderam sobreviver durante a escassez de carne. A sobrevivência deles levou a um aumento no número de espécies, e sendo assim, um aumento na produção de carbono e na quantidade de animais ajudando as plantas com o processo de polinização.

Desvantagens

Como as plantas produzem quase todo o oxigênio do planeta, os animais não sobreviveriam muito tempo em um mundo sem plantas. Analogamente, de acordo com Lauria Adams da Pollinator Partnership, 80% das plantas existentes precisam da ajuda de um animal no processo de polinização. Por esses dois motivos, plantas e animais dependem uns dos outros para a sobrevivência. Se algo acontecesse com um deles, ambas as espécies seriam criticamente afetadas.

Outra questão de interdependência são as doenças. Por causa da forte conexão entre plantas e animais, tanto fisicamente quanto em um nível molecular, algumas doenças podem afetar ambas as espécies. Os fungos, espiroplasma, protozoa e agrobactérias podem afetar negativamente tanto plantas quanto animais.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article