on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

O que é uma abordagem construtivista ao ensino?

Atualizado em 13 junho, 2017

A teoria construtivista de educação foi desenvolvida por Lev Vygotsky, um psicólogo e educador nascido em 1896. A teoria de Vygotsky era centrada nos princípios do construtivismo social. Mais tarde, Jerome Bruner combinou as teorias de Vygostky com as de Jean Piaget, um cognitivista que via os estudantes como aprendizes em seus próprios direitos, aprendendo através de suas próprias experiências. As ideias de Vygostky, juntas com as de Piaget, tornaram-se muito influentes nos anos 1960. Sua teoria centrada na criança desafiou o ensino didático, a abordagem mais autoritária que prevalecia até então. As teorias do construtivismo colocadas por Piaget, Vygostky e Bruner têm implicações para a prática contemporânea em sala de aula.

Teorias de aprendizado têm um impacto na prática em sala de aula (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Trabalhando com os outros

Abordagens construtivistas ao aprendizado afirmam que as crianças têm seu próprio modo de pensar. Estudantes devem ser tratados como indivíduos e devem ter a oportunidade de trabalhar com os outros e aprender através da observação, conversa e trabalho em grupo. Os alunos têm ideias e habilidades que ainda não emergiram completamente mas têm potencial para se desenvolverem, particularmente através deste tipo de interação com os outros. O construtivismo também reconhece a importância de influências sociais e culturais no desenvolvimento intelectual, e isto, por sua vez, tem um efeito em como as crianças aprendem umas com as outras. Cada aluno traz consigo conhecimento, opiniões e experiências de seu passado individual que terão influência sobre o que ele traz para o grupo.

Loading...
Alunos podem se beneficiar trabalhando juntos (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

Aprendizado ativo

Construtivistas acreditam que estudantes devem se envolver no aprendizado ativo. O papel do professor é assistir os estudantes no que eles estiverem fazendo. Eles devem ter a oportunidade de explorar um problema, testar soluções, construir este novo conhecimento para fazer ajustes e desenvolver novas soluções, todos tendo uma contribuição, discutindo ativamente e desenvolvendo ideias. Estudantes devem ser encorajados a desenhar, discutir e escrever sobre o que eles estão aprendendo. Eles devem conversar com os outros, trabalhando ativamente, e não só sentando, em grupos.

De acordo com os construtivistas, o papel do professor é assistir ativamente (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Aprendizado em andaimes

Os construtivistas sugerem que, conforme uma criança aprende coisas novas, ela deve receber muito suporte, um processo conhecido como "andaime". Isto pode ser feito através do uso de bancos de palavras, quadros de escrever, material concreto e técnicas de questionamento. Professores devem fornecer estímulos e incentivos, variando a apresentação. Conforme o aprendizado do aluno se desenvolve, o andaime é removido. O modo como as novas ideias são introduzidas e apresentadas aos estudantes influencia a forma como elas são aprendidas. Instruções devem ser estruturadas para que possam ser entendidas facilmente e apresentadas de forma que envolvam as experiências e os contextos das crianças, para que elas possam construir seu próprio conhecimento e tenham vontade de aprender.

O currículo em espiral

De acordo com a abordagem construtivista, o conhecimento anterior dos estudantes deve ser desenvolvido e construído. Ideias devem ser reintroduzidas em diferentes estágios e níveis - o "currículo em espiral" - que permite um desenvolvimento contínuo do conhecimento. Reintroduzir conceitos já conhecidos ajuda os alunos a alcançar um nível mais profundo de entendimento. Professores devem ajudar seus alunos a desenvolver o que eles já sabem, e usar seu conhecimento anterior para solucionar problemas, para explorar e questionar. Esta abordagem diz que professores devem ser facilitadores do aprendizado de seus alunos, não transmitindo conhecimento, mas encorajando os alunos e estimulando suas ideias.

Alunos constroem o conhecimento anterior na sala de aula construtivista (BananaStock/BananaStock/Getty Images)
Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...