Alfabetização e educação no Antigo Egito

Escrito por tucker cummings | Traduzido por fernanda de assis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alfabetização e educação no Antigo Egito
Os antigos egípcios eram um povo extremamente avançado (John Foxx/Stockbyte/Getty Images)

O Antigo Egito floresceu há milhares de anos e embora grande parte da sua história seja conhecida por nós, alguns aspectos da vida naquela época permanecem desconhecidos. O registro histórico deixou algumas evidências que revelam o estado de alfabetização e educação durante este período, mas os historiadores acreditam que grande parte das provas foram, literalmente, perdidas nas areias do tempo.

Outras pessoas estão lendo

Aprendendo ocupações

A maior parte das crianças aprendiam as habilidades necessárias para um trabalho futuro com seus pais, que passavam ​​segredos comerciais por via oral. Os pais eram responsáveis ​​pela educação dos seus filhos em todos os aspectos da vida, com exceção da família real, cujos filhos eram educados por tutores ou vizires.

Mulheres

Apesar de a maioria dos escribas no Egito antigo serem do sexo masculino, algumas mulheres também ganhavam a vida dessa maneira. Supõe-se, ainda sem provas, que a maioria das mulheres da família real ou de outras famílias nobres eram alfabetizadas, embora seja possível que elas tivessem servos que compunham suas cartas.

Alfabetização por classe social

A maioria das pessoas comuns do antigo Egito era analfabeta, apenas as classes mais altas e os escribas que possuíam o conhecimento de como ler e escrever.

Percentual de pessoas alfabetizadas

Historiadores acreditam que entre 1 e 5% dos antigos egípcios eram alfabetizados. No entanto, esse percentual é baseado em um número muito limitado de documentos e pode estar incorreto. Até que mais evidência seja descoberta, no entanto, esses números não podem ser refutados.

Desenvolvimento de escolas formais

Não existe evidência da presença de escolas no Egito até o período do Médio Império, quando um escritor mencionou uma escola de escribas perto do palácio do Faraó. No Novo Reino, duas escolas existiam em Tebas, com outras escolas possivelmente existentes em outros lugares no Egito.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível