Como apresentar um estudo de caso da área de enfermagem

Escrito por sandy keefe | Traduzido por andressa ferrari arevalo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como apresentar um estudo de caso da área de enfermagem
Um estudo de caso da área de enfermagem avalia o conhecimento teórico e prático do enfermeiro (nurse chris image by John Keith from Fotolia.com)

Um estudo de caso de enfermagem é um exame aprofundado de uma situação que o enfermeiro encontra em sua prática diária. O estudo de caso oferece, ao enfermeiro, uma forma segura de aplicar os conhecimentos teóricos e práticos em um cenário atual ou potencial de um paciente. Ela pode empregar suas habilidades de tomar decisões, usar o pensamento crítico para analisar a situação e desenvolver habilidades cognitivas de raciocínio, sem prejudicar o paciente. Os estudos de caso de enfermagem são comumente utilizados ​​em programas de graduação em enfermagem, escolas de pós-graduação que oferecem mestrado em Ciências da Enfermagem (MSN) e programas de orientação para enfermeiros recém-formados. Eles podem ser apresentados na forma escrita, online ou de forma oral em uma sala de aula.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Livros-texto de enfermagem

Lista completaMinimizar

Instruções

    Instruções

  1. 1

    Escolha um tema. Segundo a Sigma Theta Tau Internacional, o tema deve ser focado, com base na realidade e tem que ser relevante. Deve demonstrar as melhores práticas atuais que são suportadas através da pesquisa em enfermagem. O enfermeiro pode escolher discutir a situação de sua experiência passada ou mergulhar em algo do seu trabalho atual.

  2. 2

    Escreva objetivos. Deve haver pelo menos três objetivos que identifiquem o que o aluno saberá com a conclusão do estudo de caso. Os objetivos são escritos com clareza e comportamentos mensuráveis, por exemplo, "Identificar cinco fatores de risco envolvidos com quedas em idosos".

  3. 3

    Escreva uma introdução. Isto deve ser uma visão geral de um ou dois parágrafos que descreva o paciente, a situação e as circunstâncias relevantes para essa situação. A introdução pode incluir, também, um pouco sobre o histórico que levou o paciente àquela situação.

  4. 4

    Integre mais histórico e conhecimento. Nos próximos 1 ou 2 parágrafos forneça ao aprendiz informações detalhadas do caso para que analise a situação, tais como resultados laboratoriais, os resultados do estudo de diagnóstico, achados da avaliação realizada pelo enfermeiro e um histórico mais detalhado do paciente.

  5. 5

    Formule perguntas. Os estudos de caso em enfermagem são cenários interativos que estimulam a análise e o pensamento crítico. As perguntas, normalmente, exigem que o aluno utilize seu aprendizado de enfermagem (avaliação, diagnóstico de enfermagem, planejamento, intervenção e prognóstico) e o faz antecipar o que vai acontecer na situação.

  6. 6

    Dê um feedback. Segundo a Sigma Theta Tau, o estudo de caso em enfermagem proporciona ao estudante dois tipos de feedback: informativo e reforço. O feedback informativo permite que o aluno saiba se ele respondeu as perguntas corretamente e lhe dá uma ideia de como ele está progredindo através do cenário do paciente. O feedback de reforço dá ao aluno informações adicionais sobre suas respostas às perguntas. Se ele respondeu a pergunta corretamente, lhe será dado a lógica por trás da resposta certa. Se ele deu a resposta errada, o feedback de reforço permite que ele saiba por que a resposta está errada.

  7. 7

    Forneça referências. É importante direcionar ao aluno novas oportunidades de aprendizagem impressas ou na web.

Não perca

Recursos

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível