Artefatos que podem ser encontrados por detectores de metais

Escrito por sally taylor | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Artefatos que podem ser encontrados por detectores de metais
Detectores de metais não são mais uma exclusividade de cientistas (Ryan McVay/Lifesize/Getty Images)

Se alguém viu uma pessoa andando por aí com um detector de metais sobre o solo algumas décadas atrás, provavelmente pensou que se tratava de um cientista ou de um louco. Contudo, no século XXI, essa é uma cena bem comum. Tanto empresas de exploração como amadores de fim de semana utilizam os detectores de metais para a execução de varreduras de terras, a fim de encontrarem os mais variados tesouros, já que os itens identificados por esses equipamentos podem ser magníficos.

Outras pessoas estão lendo

Ouro

É fácil imaginar como a vida teria sido diferente para garimpeiros durante a corrida do ouro, se eles pudessem levar os detectores de metais em suas mulas e irem em direção ao chamado do ouro no Ocidente. Em março de 2010, uma pepita de ouro de 3,5 kg foi encontrada com um detector de metais em Washington, Nevada, na Califórnia. Essa é a maior pepita encontrada no estado até o momento, apesar de não ter sido a maior encontrada na história por um equipamento como esse. Um homem usando um desses detectores conseguiu encontrar uma pepita de 12 kg de ouro no deserto de Sonora, em 1989.

Achados comuns

Amadores que frequentemente usam a detecção de metais escaneiam praias, parques, terrenos abaixo de teleféricos e outras áreas que recebem grandes quantidades de tráfego humano. Moedas e jóias recém-perdidas são achados comuns nestas regiões altamente povoadas. Apesar da maioria dos itens encontrados nesses tipos de terrenos ser bastante insignificante, itens caros, como anéis de diamante, são eventualmente descobertos. Além disso, às vezes descobre-se algumas relíquias mais significantes em áreas assim. No entanto, onde há um grande número de pessoas, geralmente há muitos detectores de metal sendo usados também. As chances de resultados otimistas em áreas muito frequentadas são escassas.

Artefatos e tesouros

Os artefatos são descobertas interessantes para os entusiastas do detector de metais. Eles geralmente encontram tesouros e itens que variam desde potes de dinheiro e relíquias de guerra até descobertas ainda maiores, como caixas de metal e baús. Por exemplo, na Inglaterra, no ano de 2009, um usuário de detector de metais encontrou uma coleção impressionante de mais de 1.300 itens, que originou-se há mais de 1.700 anos, em um campo que tinha sido recentemente arado. Arqueólogos na Inglaterra esperam que esse achado seja relevante na mudança do ponto de vista sobre a história daquela região.

Meteoritos

Caçadores de meteoritos frequentemente usam detectores de metais para encontrar essas rochas ricas em metais que vêm do espaço. Em 2005, um homem usando um detector de metais no Kansas encontrou o maior meteorito já descoberto na história, pesando mais de 750 kg. Achar meteoritos não é uma tarefa fácil, mesmo com um detector de metais, apesar desse aparelho poder tornar o processo muito mais fácil.

Outros objetos de valor

Novos localizadores de alta tecnologia, como o Tricorder da H3 Tech e detectores Vector de Fitzgerald, tornam possível encontrar objetos de valor que os equipamentos mais antigos não seriam capazes de detectar. Cavernas e túneis, minerais raros, depósitos de petróleo e algumas pedras preciosas são detectáveis ​​com estes novos localizadores comerciais. Eles podem custar até R$ 50.000 e requerem treinamento para o uso, o que os torna inacessíveis para qualquer outra pessoa que não seja um explorador profissional. Por isso, os modelos de equipamentos mais baratos estão se tornando cada vez mais populares nos campos de caça ao tesouro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível