Benefícios do CoQ10 100 mg

Escrito por caryn anderson Google | Traduzido por thiago andre scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Benefícios do CoQ10 100 mg
Tomar cápsulas de CoQ10 permite que o corpo absorva os medicamentos de forma mais eficiente (capsules image by Pefkos from Fotolia.com)

A CoQ10, ou coenzima Q10, é produzida naturalmente pelo corpo humano. Seus níveis parecem diminuir com a idade e em pacientes com algumas doenças, como a de Parkinson, condições cardiovasculares ou câncer. A CoQ10 também aparece em fontes alimentares, como grãos integrais, peixes oleosos, como o salmão, e vísceras, como o fígado. Tomar 100 mg por dia de CoQ10 em conjunto com uma dieta saudável pode reabastecer os níveis dessa enzima e potencialmente oferecer outros benefícios.

Outras pessoas estão lendo

Tratando e prevenindo as doenças cardiovasculares

A CoQ10 é promissora na prevenção e como coadjuvante no tratamento de doenças cardíacas. Ela melhora a produção de energia celular, reduzindo a formação de coágulos e prevenindo os danos causados pelos radicais livres. De acordo com Peter H. Langsjoen, doutor da Universidade de Washington, a CoQ10 aparece em grandes concentrações nas células dos músculos cardíacos e sua deficiência severa pode contribuir para falhas desse órgão. A Mayo Clinic concorda e diz que a CoQ10 pode ajudar a tratar e prevenir as doenças cardíacas, evitar a recorrência de um enfarte e melhorar problemas como o prolapso de válvula mitral. É preciso fazer mais estudos detalhados, pois não há evidência que ligue conclusivamente o suplemento a benefícios cardiovasculares.

Reduzir a velocidade da doença de Parkinson

De acordo com o National Institute of Neurological Disorders and Stroke (NINDS), a ingestão de CoQ10 pode reduzir a velocidade de progressão da doença de Parkinson caso seja tomada durante os estágios iniciais da doença. Um estudo do NINDS de 2002 sugere que o suplemento melhora as funções da mitocôndria, que gera energia celular e potencialmente protege as áreas do cérebro que são danificadas por essa doença. A Mayo Clinic também sugere que a CoQ10 tem potencial no tratamento dessa doença, mas ambas as instituições apontam que é preciso fazer mais pesquisas para confirmar os benefícios do suplemento.

Minimizar o dano dos radicais livres

A coenzima Q10 é um antioxidante. De acordo com o National Center for Complementary and Alternative Medicine, os antioxidantes podem prevenir o dano celular proveniente de radicais livres: moléculas instáveis que são produzidas pelo corpo durante a digestão normal e depois da exposição a produtos químicos como radiação, poluentes ambientais e fumaça de cigarro. Um suplemento diário de 100 mg, além de uma dieta balanceada, pode melhorar a capacidade da CoQ10 de neutralizar os radicais livres do corpo e potencialmente prevenir ou minimizar os danos causados por essas moléculas.

Abaixar a pressão sanguínea

De acordo com o University of Maryland Medical Center, os suplementos de CoQ10 podem abaixar a pressão sanguínea em quatro a 12 semanas após o início da suplementação. A Mayo CLinic concorda que há boas evidências científicas do uso da CoQ10 na redução da pressão sanguínea, mas avisa que é preciso fazer pesquisas em longo prazo para apoiar e fortalecer a recomendação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível