Cantoras de jazz dos anos 1950

Escrito por charlotte kirkwood | Traduzido por débora santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cantoras de jazz dos anos 1950
O jazz remonta ao início do século XX e ainda é popular (microphone image by AGphotographer from Fotolia.com)

Os anos 1950 são conhecidos pela mudança na sociedade, o movimento dos direitos civis e de uma explosão das artes, que incluiu o crescimento e a exploração do jazz. Não importa se a carreira delas começou ou terminou na década de 1950, várias mulheres fizeram o movimento jazz notável por pura força de talento ou por suas poderosas colaborações.

Outras pessoas estão lendo

Billie Holiday

Nascida em 1915, Billie Holiday abandonou a escola na quinta série e foi presa por prostituição aos 17 anos. Seu primeiro show como cantora foi no Pod and Jerry's Log Cabin em Harlem, nos EUA. Ela se apresentou com músicos de jazz famosos como Benny Goodman e Duke Ellington ao longo dos anos 1930 e na década de 1940, viu sua carreira explodir com canções como "God Bless the Child." Holiday sofria de um problema de alcoolismo e drogas, levando dessa forma uma vida pessoal tumultuada. Embora tenha ficado muito popular na década de 1950, ela foi presa várias vezes, foi internada por causa do seu vício e morreu em 1959 aos 44 anos. Holiday gravou vários álbuns na década de 1950, incluindo "Lady in Jazz", de 1958.

Ella Fitzgerald

Ella Fitzgerald foi descoberta quando se apresentava em um concurso amador em Harlem e estreou no Teatro Apollo com 17 anos, em 1934. Fitzgerald gravou várias canções populares, incluindo "A-tisket A-tasket." Ao longo da década de 1950, ela se apresentou com muitos músicos famosos, incluindo Louis Armstrong e Frank Sinatra, e foi a primeira afro-americana a se apresentar no Mocambo. Apelidada de "The First Lady of Song", Fitzgerald vendeu 40 milhões de álbuns e ganhou 13 prêmios no Grammy.

Nina Simone

Nascida em 1933, Nina Simone frequentou a Julliard School of Music e treinou como pianista clássica. Depois de sua rejeição pelo Curtis Institute of Music, na Filadélfia, Simone se afastou da música clássica e tornou-se uma artista de jazz. Ela se apresentou em clubes ao longo dos anos 1950 e gravou seus álbuns, incluindo "Little Girl Blue" e "The Amazing Nina Simone", no final de 1950. Ela se mudou para a França nos anos 1960, onde continuou a gravar, e morreu em 2003.

Lena Horne

Lena Horne nasceu em 1917 no Brooklyn e aceitou um emprego como dançarina aos 16 anos de idade no Cotton Club em Harlem, onde ela aparecia com artistas famosos como Cab Calloway. Em 1935, ela se apresentou com a Orquestra Sissle Noble. Em 1942, Horne mudou-se para Los Angeles e começou a aparecer em filmes como "Cabin in the Sky". Ela gravou vários álbuns na década de 1950, incluindo "Porgy and Bess" e "At the Waldorf Astoria." Mais tarde na sua vida, Horne apareceu no filme "The Wiz" e tinha seu próprio show solo feminino, "Lena Horne: A dama e sua música". Ela foi premiada com um Grammy pelo conjunto da obra em 1989.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível