Características do Egito antigo

Escrito por emma watkins | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características do Egito antigo
Pirâmides de Gizé (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

O Egito antigo compreende 12 períodos antes da Era Cristã (AC) e começa com o Período Pré-dinástico em 5464 AC. Ele termina em 30 AC com o final da Dinastia Grega. Aos antigos egípcios são atribuídos os avanços na agricultura, na medicina e na arquitetura.

Outras pessoas estão lendo

Agricultura

A vida no Egito antigo evoluía em volta do rio Nilo, que fornecia água suficiente para sustentar a vida selvagem na terra, aves aquáticas e a agricultura. Longe do Nilo, o Egito era árido e infértil. Na parte baixa do vale do Nilo, os antigos egípcios cultivavam árvores frutíferas e hortas que incluíam cebola, alho, repolho, alface, rabanetes e pepinos. Além disso, cultivavam grãos e legumes, tais como cevada, feijão, trigo e grão de bico.

Os egípcios não dependiam somente das colheitas. Eles pescavam no Nilo e criavam gansos, dos quais extraíam carne, ovos e gordura, e também criavam gado. Alguns historiadores acreditam que os antigos egípcios foram os primeiros a introduzir o arado e o sistema de irrigação na lavoura.

Mitologia

Os egípcios antigos adoravam nove deuses e acreditavam na vida após a morte. De acordo com a mitologia deles, a vida começou com Nu, um caos aquático que deu lugar à terra quando as águas baixaram.

Família

Para os egípcios antigos, o casamento era uma união sagrada entre um homem e uma mulher. No entanto, reis podiam ser polígamos para gerar um herdeiro para o trono. O homem comum fazia o mesmo se a primeira mulher não lhe desse filhos. Na família nuclear egípcia, o pai trabalhava o dia todo ou ia para a guerra e a mãe era encarregada das tarefas domésticas, inclusive criar os filhos.

As mulheres se casavam aos 12 anos, tinham os mesmos direitos legais dos homens e podiam trabalhar fora de casa ou ter um negócio. Algumas das oportunidades de carreira disponíveis para mulheres do Egito antigo eram para médicas, parteiras, perfumistas, tecelãs de linho, cantoras e dançarinas.

Práticas médicas

Os egípcios antigos tinham conhecimento avançado de anatomia se comparados com outras civilizações da época. Suas práticas médicas incluíam embalsamamento, autópsia e cirurgia. Eles também acreditavam na cura pela fé e incluíam purificação espiritual nas suas vidas. Mantinham o corpo limpo se banhando, fazendo a barba e fazendo uma dieta que excluía peixe cru. Além disso, em parte para encontrar a cura para uma doença, não era incomum que participassem de análises de sonhos.

Arquitetura

Os egípcios antigos faziam casas de tijolos de barro, que eram na realidade uma mistura de barro, palha e seixos. À medida que os tijolos rachavam com o tempo e a exposição aos elementos, eles adicionavam novos em cima. No entanto, se os egípcios quisessem que uma estrutura durasse, eles a construíam de pedra.

Eles construíram as suas casas ao longo do Nilo para desfrutar da fertilidade que o rio fornecia. Mas as construíam altas e as cercavam de dunas de areia para protegerem-nas das enchentes. As casas dos operários geralmente tinham de dois a quatro quartos, uma cozinha, um jardim e dois andares de porão. As classes nobres possuíam casas grandes, de dois ou três andares.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível