De onde vem o cheiro das flores?

Escrito por contributing writer | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
De onde vem o cheiro das flores?
Flores (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Porque as flores têm cheiro?

A razão da fragrância das flores é a reprodução. O cheiro atrai insetos e animais, fazendo com que eles entrem no botão. Quando o animal ou inseto faz isso, um pouco do pólen fica preso neles, e quando ele entra em outro botão da mesma espécie, deixa o pólen da flor anterior. Dessa forma, o pólen fertiliza os óvulos da flor.

Uma vez que a flor está fertilizada, ou polinizada, seu cheiro diminui. Isso permite que as flores que ainda não foram fertilizada sejam mais atraentes para os polinizadores. As pétalas da planta fertilizada caem e são substituídas por uma espécie de proteção para as sementes.

Para os polinizadores, o cheiro da flor é um sinal de comida, ou é parecido com o feromônio da fêmea da espécie. Ao atrair os polinizadores, o cheiro pode aumentar a eficiência e alcance destes. Algumas só produzem cheiro durante o dia, enquanto outras liberam exclusivamente à noite. Flores que atraem abelhas, pássaros e borboletas, têm um cheiro doce, enquanto as polinizadas por besouros e mariposas têm um cheiro mais amadeirado ou frutal.

O que nós estamos cheirando?

A fragrância de uma flor é vem de vários químicos voláteis produzidos em compartimentos dentro da flor. Esses químicos se dispersam no ar e produzem o cheiro. Cada espécie tem o seu próprio aroma e, dentre dessa espécie, cada flor tem um cheiro único.

O final da manhã ou começo da tarde de um dia ensolarado são os melhores momentos para sentir o aroma das flores polinizadas por abelhas e borboletas. Conforme o sol aquece os botões, o cheiro é dispersado.

O começo da noite, logo após o entardecer, é o melhor momento para apreciar a fragrância das plantas que florescem à noite. A diminuição da temperatura e os baixos níveis de luz estimulam os botões dessas espécies a liberar seus aromas.

Flores cortadas irão começar a perder seus aromas dois ou três dias depois de serem podadas, mas mantê-las em uma sala fria e longe da luz solar direta irá prolongar suas fragrâncias.

Usando as fragrâncias das flores

As fragrâncias tem sido usadas por séculos para perfumar casas, roupas e nós mesmos. Algumas são complexas e feitas de vários compostos, sendo que alguns ainda não foram possíveis de serem sintetizados por cientistas. Uma fragrância destilada é chamada de óleo essencial ou óleo volátil. É feita a partir de flores, folhas, caules e raízes da planta, e algumas vezes das glândulas de animais.

Hoje em dia, a maioria dos óleos são sintéticos. Eles duram mais, e suas fragrâncias são mais uniformes. Fazer um item perfumado é mais do que imbuir um líquido com o aroma de uma única espécie. Por exemplo, um aroma de lilás pode conter compostos encontrados em rosas, lírios e gerânios.

Bilhões de reais são gastos todo ano pelas empresas que tentam identificar os compostos encontrados nos aromas das flores. Eles serão usados para fazer perfumes ou melhorar um aroma que já está no mercado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível