Comparação entre métodos de construção e materiais das arquiteturas grega e romana

Escrito por chris burke | Traduzido por marina pastore
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Comparação entre métodos de construção e materiais das arquiteturas grega e romana
O peso do Coliseu romano é suportado pelos arcos, mas as colunas decorativas permanecem (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

As ruínas antigas dos gregos e romanos permanecem como alguns dos monumentos antigos mais famosos do mundo. Uma pessoa que não esteja familiarizada com as diferenças pode achar difícil perceber se um prédio é grego ou romano. Ambas as estruturas podem parecer muito similares e usar muitas das mesmas escolhas estilísticas e princípios de construção. Os romanos posteriores se inspiraram muito nas ideias arquitetônicas dos primeiros gregos. Entretanto, as inovações de engenharia dos romanos resultaram em algumas melhorias fundamentais em relação à arquitetura grega, causando algumas diferenças marcantes.

Outras pessoas estão lendo

Estilo

Os romanos copiaram seu estilo geral profundamente dos gregos. Tanto os romanos quanto os gregos usaram muito mármore para o trabalho dos detalhes. Ambos construíram estruturas públicas massivas, muitas das quais tinham objetivos políticos e religiosos. Por exemplo, tanto os gregos quanto os romanos construíram grandes anfiteatros e lugares públicos de adoração, como o Panteão romano. Estas construções fizeram uso extensivo de mármore branco para o trabalho decorativo e têm projetos básicos similares, com ampla utilização de colunas.

Concreto

Uma das grandes diferenças entre a arquitetura grega e a romana é a ampla utilização do concreto pelos romanos. O concreto é uma mistura de pedras trituradas e adesivo, que começa como um líquido espesso mas que eventualmente endurece. Porque os romanos dominaram o concreto, eles puderam criar formas em formatos específicos e despejar concreto líquido nelas, permitindo a construção de estruturas em diversos formatos. Os gregos, por outro lado, que se baseavam em pedras extraídas, ficaram limitados a estruturas feitas de blocos quadrados ou retangulares.

Natureza

Enquanto os gregos trabalhavam com a natureza para construir seus edifícios, os romanos procuraram dobrar a natureza de acordo com sua vontade. Para construir um anfiteatro, os gregos procurariam um morro de tamanho conveniente e esculpiriam o anfiteatro em um de seus lados. Os romanos construiriam um suporte estrutural para o anfiteatro, criando edifícios independentes, como o Coliseu de Roma.

Arco

A ampla utilização de arcos pelos romanos também os separava dos gregos. Os gregos se baseavam num sistema chamado de pilar e lintel, em que um bloco horizontal pesado é seguro no lugar por suportes verticais, como colunas. Os romanos usaram arcos para deslocar o peso do teto de uma estrutura, permitindo-lhes a construção de edifícios mais altos e mais pesados. Como um testamento da importância da arquitetura grega para os romanos, porém, edifícios famosos, como o Coliseu romano, ainda têm colunas puramente decorativas esculpidas no estilo grego, criando a ilusão de que as colunas, não os arcos, sustentam a construção.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível