Mais
×

Conheça os tipos de pedras preciosas pela cor

Atualizado em 17 abril, 2017

Pedras preciosas são pedaços de minerais que são polidos e cortados para uso como joias ou outros tipos de adorno. Por exemplo, algumas pedras preciosas, como a jade, eram finamente moídas em um pó e utilizadas em tempos antigos como um cosmético. A mesma pedra preciosa também já foi utilizada para esculpir objetos como punhos de espada, vasos ou joias. Elas possuem uma grande variedade de cores.

As pedras preciosas vêm em várias cores (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Ametista (roxo)

As ametistas pertencem à família do quartzo e são os membros mais valiosos da família. O seu fator distintivo é a sua cor roxa. Elas têm sido associadas com a realeza, porque roxo é considerado uma cor real. A realeza egípcia gostava delas e ametistas finas formam parte das Joias da Coroa Britânica. Foram referidas como "a pedra dos bispos" e também se apresentam nas cores violeta e vermelho-violeta. No entanto, as de cor roxa profunda são consideradas as mais valiosas.

Ametista (Jeffrey Hamilton/Photodisc/Getty Images)

Água-marinha (azul)

Essa pedra tem uma cor azul delicada que tende para o azul-esverdeado e pertence à família dos berilos. A cor azul das águas-marinhas se deve à presença de ferro, que penetra na estrutura do cristal a partir do qual são formadas. As águas-marinhas mais caras são aquelas com uma cor translucida azul ou azul-turquesa. O Brasil é o maior produtor mundial de águas-marinhas.

Pedras preciosas (Paul Katz/Photodisc/Getty Images)

Esmeralda (verde)

A esmeralda é a pedra preciosa mais valiosa de cor verde que pertence à família do berilo. A esmeralda é considerada uma das quatro pedras preciosas tradicionais, sendo as outras as safiras, os diamantes e os rubis. A cor verde da esmeralda se deve à presença de impurezas, como o crômio e o vanádio ou uma mistura dos dois. A Colômbia é o maior produtor de esmeraldas do mundo.

Esmeraldas (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Rubi (vermelho)

O rubi é a variedade vermelha do corindo. Outras cores de corindo, além do vermelho, são conhecidas como safiras. Depois dos diamantes, o corindo é a substância mais dura conhecida pelo homem. O nome rubi é derivado da palavra latina "ruber", que significa vermelho. O rubi é uma das pedras mais cara do mundo. Assim como outras pedras preciosas, a saturação de cor determina o valor. Grandes rubis são muito raros em comparação com diamantes, e são produzidos em países como Tailândia, Sri Lanka, Madagascar, Myanmar e Tanzânia. Um rubi mundialmente famoso é o "Rubi Estrela de Rosser Reeves", que está em exibição no museu Smithsonian.

Rubi (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article