Conversão de dívida em investimento

Escrito por marquis codjia | Traduzido por marcos vinicios de araújo barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Conversão de dívida em investimento
Uma conversão de dívida em investimento ajuda na renegociação de dívidas contratuais (business deal(agreement) image by Alexey Klementiev from Fotolia.com)

Uma conversão de dívida em investimento, em alguns casos, é também chamada de securitização. Essa conversão permite que um mutuário converta montantes de empréstimos em cotas de participação. Em outras palavras, um credor como um banco ou uma companhia de seguros se torna acionista, após um processo de conversão de dívida em investimento.

Outras pessoas estão lendo

Definição de dívida

As dívidas representam os valores que uma empresa tem que pagar. Alguns as chamam de passivo. Este pode ser de longo ou curto prazo e representar um empréstimo ou qualquer outro compromisso financeiro que deve ser reembolsado ou pago no prazo de 12 meses. Um exemplo mais claro de passivo de curto prazo, são as contas a pagar e os salários. Os de longo prazo indicam montantes que a empresa deve pagar além de 12 meses, por exemplo, um título de dívida.

Definição de cota

As cotas representam os investimentos que os acionistas ou grupo corporativo fazem em uma empresa. Normalmente, um acionista tem direito a voto e pode participar da assembleia anual de acionistas. Ele também recebe os pagamentos dos dividendos periódicos e lucra quando os preços das ações sobem nos mercados financeiros. Na equação fundamental da contabilidade, a cota também é igual ao total dos ativos, menos o total do passivo. Em outras palavras, o montante do patrimônio líquido de uma empresa ou cota representa o que a empresa possui menos o que ela deve.

Conversão de dívida em investimento

Uma conversão de dívida em investimento é uma transação na qual um credor concorda em converter um empréstimo em cotas de participação. Não ocorrem transações financeiras em espécie nesse tipo de conversão. Uma exemplo para ilustrar o processo poderia ser o de um comércio varejista que não consegue pagar um empréstimo de R$ 10.000.000,00 devido às dificuldades financeiras temporárias e o credor quer converter a dívida em cotas de participação. Diante da situação, um dos sócios da empresa concorda em ceder 25% de sua participação acionária — atualmente avaliado em R$ 12.500.000,00 — do patrimônio líquido da empresa.

Contabilidade e relatório financeiro

O contador da empresa deve fazer lançamentos no livro razão na data da transação. Ele precisa debitar o empréstimo de R$ 10.000.000,00 feito em longo prazo para zerar a conta e creditar a conta ações ordinárias em R$ 12.500.000,00 para registrar a emissão de cotas. O contador também tem que debitar a conta despesa de juros com o valor de R$ 2.500.000,00 para registrar a perda adicional sofrida no processo de conversão de dívida em investimento.

Importância

A conversão da dívida em investimento, muitas vezes, pode ser significativa para uma empresa, porque ela ajuda a alta chefia a reduzir os níveis de endividamento das empresas. A baixa nos níveis das obrigações (passivos) pode ser interessante para os parceiros comerciais, ou seja, os clientes, fornecedores, credores e investidores; porque eles melhoram o quadro econômico da empresa. Uma empresa com investimentos mais altos (passivo) pode não ser capaz de levantar fundos nas bolsas de valores ou entrar em operações de crédito privadas com investidores institucionais, como fundos de alto risco, bancos e companhias de seguros.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível