Mais
×

Como criar um portfólio para profissionais da área médica

Atualizado em 17 abril, 2017

Profissionais da área médica, como uma enfermeira, por exemplo, muitas vezes, possuem um currículo para descrever sua formação acadêmica, cursos práticos e experiência. Mas, além disso, se você trabalha desse setor, é importante que também tenha um portfólio, para complementar seu currículo. Este documento irá proporcionar a um potencial empregador uma melhor compreensão das suas competências e habilidades.

Pessoas da área médica precisam de um portfólio para complementar o currículo (Scrub Nurse image by Mary Beth Granger from Fotolia.com)

O que incluir

Portfólios geralmente incluem os projetos com os quais contribuiu, ou seja, os itens que demonstram suas habilidades e competências, tais como planos de saúde, cartas, relatórios ou outros documentos semelhantes que você criou enquanto trabalhava em uma outra empresa. Não inclua algo apenas por uma questão de quantidade. É melhor ter poucos projetos de alta qualidade do que muitos inexpressivos.

Formato

O portfólio pode possuir qualquer formato do seu gosto. Você pode optar por criar um portfólio impresso, um CD ou pendrive, um site, uma apresentação de slides ou até mesmo um vídeo. Se você optar por uma opção eletrônica, talvez seja necessário contratar artistas gráficos, designers ou cinegrafistas profissionais para ajudá-lo.

Personalize

Crie mais de uma versão de seu portfólio. É interessante que você produza uma versão personalizada para uma organização específica em que você busca uma oportunidade de emprego. Por exemplo, se o cargo vai envolver a gestão de recursos humanos, inclua projetos que enfatizem sua capacidade de gerenciar pessoas.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article