Críticas à teoria da maturação de Gesell

Escrito por noah miller | Traduzido por marina costa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Críticas à teoria da maturação de Gesell
Gesell acreditava que a natureza estava acima da criação (Rayes/Lifesize/Getty Images)

A teoria da maturação de Gesell é uma de muitas sobre do desenvolvimento cognitivo. A teoria foi postulada pelo pediatra americano Arnold Gesell. Em termos gerais, ela descreve que o desenvolvimento inicial é guiado pela hereditariedade. Influências do mundo externo causam desvios menores, mas estes não terão tanto efeito no desenvolvimento de uma criança quanto as questões genéticas. Gesell acreditava que um calendário preciso poderia ser feito para designar o crescimento de quase toda criança.

Outras pessoas estão lendo

Criação vs. Natureza

O psicólogo suíço Jean Piaget, um contemporâneo de Gesell, propôs um ponto de vista alternativo. Piaget acreditava que uma criança é mais influenciada pelo ambiente em que vive do que por sua disposição genética. Destoando das ideias de Gesell, o modelo de Piaget afirma que uma criança cujos pais são mais presentes provavelmente adotará desenvolvimentos sociais e pessoais específicos em um ritmo mais rápido. Enquanto Piaget e Gesell tinham pontos de vista diferenciados a cerca do desenvolvimento infantil, ambos são considerados contribuidores importantes para o campo de estudo.

Educação formal

Gesell é frequentemente criticado por não levar a educação em consideração em sua teoria. Similar à ideia de que a criação pode afetar o desenvolvimento de uma criança, considera-se que a educação pode ter um impacto. A educação formal coloca as crianças em um contexto social, enquanto também dá-lhes informações que não iriam encontrar normalmente. Por causa disso, o ritmo do desenvolvimento aumenta. Alguns psicólogos infantis consideram a educação como parte da teoria de Piaget, embora ele nunca tenha comentado diretamente sobre educação, apenas sobre o meio.

Duração do desenvolvimento

O psicanalista Erik Erikson e o pediatra Benjamin Spock propuseram um modelo que desafiou o de Gesell. O modelo de Erikson e Spock tinha um foco muito maior no desenvolvimento emocional e cobria muito mais da vida de uma criança do que o modelo de Gesell. Enquanto o modelo de Gesell durava apenas até a criança fazer cinco anos, o de Erikson e Spock apresentou cinco estágios que duravam até a adolescência. Por não preencher a lacuna entre a adolescência e a idade adulta, o modelo de Gesell não pode se considerado completo. Entretanto, o modelo Erickson/Spock é muito breve e não tem a mesma profundidade semana-por-semana.

Desenvolvimento emocional

Ambos os modelos de Piaget e Gesell trazem o foco no desenvolvimento motor e intelectual. Eles quase ignoram completamente o desenvolvimento emocional das crianças. A visão mais moderna trazida por Erikson e Spock incluem o crescimento emocional e faz uma ligação deste com os modelos de Gesell e Piaget. Atualmente, nenhuma teoria da maturação satisfez todos os ângulos da ideia complexa do desenvolvimento infantil. Entretanto, a teoria da maturação de Gesell tem durado bastante tempo e traz, de fato, uma profunda compreensão do assunto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível