Diferenças entre o Empirismo e o Construtivismo

Escrito por michael brent | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre o Empirismo e o Construtivismo
O construtivismo e o empirismo são duas teorias sobre a maneira pela qual adquirimos conhecimento (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

O empirismo é uma teoria segundo a qual todo o conhecimento atingido por nós é obtido pelo que experimentamos por meio dos sentidos. O conhecimento empírico é reunido ao observarmos os vários fenômenos e tirarmos conclusões baseadas nessas observações. Desta maneira, o empirismo é diretamente oposto ao racionalismo, de acordo com o qual certo conhecimento humano é inato e não necessita ser aprendido pela experiência.

Outras pessoas estão lendo

Empirismo

O empirismo é uma teoria segundo a qual todo o conhecimento que atingimos é ganho pelo que experimentamos por meio dos sentidos. O conhecimento empírico é reunido ao observarmos os vários fenômenos e depois tirarmos nossas conclusões baseadas nessas observações.

Jon Locke

Durante os anos 1600, o filósofo John Locke foi quem desenvolveu a teoria do empirismo, que pode ser, na verdade, creditada a Aristóteles. Na sua obra seminal, intitulada "Ensaio sobre o entendimento humano", Locke refutava a ideia de que os humanos nasciam com certo conhecimento inato. Em vez disso, ele propunha a hipótese de que cada um de nós nasce em total ignorância e que qualquer conhecimento adquirido vem inteiramente do que experimentamos. Ele argumentava que a mente humana, ao nascer, é uma tabula rasa, ou folha em branco.

Construtivismo

A teoria do construtivismo reside na premissa de que aprendemos não só pela experiência, mas pela nossa análise dessa experiência. De uma perspectiva construtivista, cada pessoa chega à sua própria compreensão singular do mundo à sua volta, que difere da compreensão dos outros. O construtivismo é o processo de construção de "modelos mentais" para explicar o que experimentamos. Dessa maneira, o aprendizado acontece toda vez que ajustamos nossos modelos mentais existentes para incorporar novas experiências.

O construtivismo na educação

O construtivismo foi uma escola de pensamento popular na educação pública durante os anos 1930 e 1940. Em virtude do processo de aprendizado construtivista baseado no indivíduo, os professores eram vistos como mediadores que ajudavam os estudantes a construir suas próprias maneiras de compreender. O construtivismo é a espinha dorsal da teoria do desenvolvimento cognitivo do psicólogo Jean Piaget, que preconiza que não podemos apenas receber conhecimento, mas precisamos construir nosso próprio conhecimento por meio do que experimentamos com nossos sentidos.

Diferença fundamental

Embora o empirismo e o construtivismo venham do mesmo ponto de partida, existe uma diferença fundamental. Enquanto o empirismo declara que aprendemos com as nossas experiências, o construtivismo dá um passo além, ao propor que o conhecimento vem de como processamos essas experiências mentalmente a fim de construir um modelo mental dessas experiências que faça sentido para nós.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível