Como curar esôfago de Barrett com métodos alternativos

Escrito por ruri ranbe | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como curar esôfago de Barrett com métodos alternativos
Tome um suplemento herbal contendo extrato de chá verde e um antioxidante, além de um multivitamínico diário (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

O esôfago de Barrett é uma condição em que as células do revestimento da porção esofágica inferior mudam de forma ou cor, tipicamente devido à exposição contínua ao ácido estomacal. Segundo a NDDIC (National Digestive Disease Information Clearinghouse), uma central de informações americana sobre doenças digestivas, a causa exata de esôfago de Barrett é desconhecida. Todavia, é mais provável que se desenvolva em indivíduos com DRGE (doença do refluxo gastroesofágico, também conhecida com o refluxo ácido). Tratar a doença o mais cedo e efetivamente possível é muito importante, uma vez que a afecção aumenta as chances de desenvolvimento de câncer esofágico.

Tratamentos alternativos, que não requerem medicação ou cirurgia, podem ajudar a curar o esôfago de Barrett, desde que a displasia (crescimento celular anormal que pode levar ao câncer) não esteja presente. Esses tratamentos devem ser efetuados em conjunto, para se alcançar melhores resultados.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Evite alimentos que agravem seu refluxo ácido. Estes incluem chocolate, bebidas cafeinadas ou alcoólicas, alimentos condimentados, fritos ou gordurosos, contendo tomate ou massa de tomate (como o molho picante salsa, pizza e molho de espaguete), alho e cebolas.

  2. 2

    Perca peso e pare de fumar, se necessário. De acordo com um estudo publicado na edição de 1 de junho do periódico "New England Journal of Medicine", os pesquisadores descobriram que até o fato de ganhar pouco pode exacerbar a produção de ácido em pacientes que sofrem de DRGE. A nicotina, por outro lado, enfraquece o esfíncter esofágico inferior.

  3. 3

    Consuma refeições menores. Não importa quantas faça por dia, desde que você se alimente quando estiver faminto, não coma demais e faça uma dieta saudável com calorias adequadas. Evite também alimentar-se três horas antes da hora de dormir ou inclinar-se depois de comer. Não deite-se após as refeições, pois isto pode aumentar a possibilidade de desenvolver azia.

  4. 4

    Compre uma inserção apropriada para elevar seu colchão em aproximadamente 15 cm a 20 cm. Isto impedirá que o ácido se acumule em torno do esôfago. Simplesmente elevar a cabeça com travesseiros não é suficiente, pois isto fará o corpo se dobrar na cintura, forçando o ácido para dentro do esôfago.

  5. 5

    Tome um suplemento herbal contendo extrato de chá verde e um antioxidante, além de um multivitamínico diário. Segundo um estudo publicado na edição de 15 de janeiro de 2009, da "Clinical Cancer Research", o Polifenon E (extrato de chá verde) inibiu o desenvolvimento do esôfago de Barrett, assim como de células causadoras de câncer. Da mesma forma, em um estudo publicado na edição de 2008 de "Nutrition and Cancer", os pacientes que tomam um multivitamínico diariamente, bem como um suplemento antioxidante, mostraram risco reduzido de desenvolver câncer esofágico e crescimentos tumorais.

Dicas & Advertências

  • Faça exames endoscópicos regulares (para monitorar o estado de seu esôfago) e discuta seu plano de tratamento com o médico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível